Os InVerSos dEnTROoo De MiM!

Seja Bem Vindo em Meu Blog!
Desejo Muito que Possa Apreciá-lo. São Textos e Poemas Escritos Por Mim.
Eu Gosto Muito de Escrever... Na Verdade, Eu Amo Escrever.



segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Pega a Carroça... Vamos pra Roça!


Pega a Carroça... Vamos pra Roça!


Ela diz:
Eu quero ser feliz! 
Me cansei desta cidade,  
Não tem coisas para minha idade, 
Que acalme minha ansiedade 
E toda minha vivacidade.  
Eu sei que tenho capacidade,  
Em encontrar minha felicidade!

Quero descobrir algo diferente!
Cansei de ver toda essa gente,

Que corre daqui e dali,

Sempre com a cabeça quente!

Eu quero tirar leite de uma vaca,

Quero caminhar no meio das flores,

Quero colher frutas e milhos,

Vendo meus olhos cheios de brilhos!

E quando um rio eu atravessar,

Quero ver os peixes saltarem,

Entre as águas a borbulhar!

Quero sentir os odores  
Quando aproximar de um curral,
Onde tem muito animal,
Me olhando estranho e assustado,
Bem ali parado!
E' um boi, eu sei...
Mas provoca medo também!
Seu olhar parece um aviso,
Nunca tem um sorriso!
Mas mesmo assim sou curiosa
Em encontrar esta terra formosa!

Ele me olhou...

Desta ideia ele gostou!
Muito agitado seu corpo coça...
Grita: Minha nossa!
Pegue a carroça... Vamos pra roça! 

Pegue a Charrete, chama a Ivete!
Meu amor... Venha comigo!
Não tem perigo...

Sou seu abrigo,
Da cabeça ao umbigo! 


Ela:
Mas quem pensa que sou?
Se for assim eu não vou!
A carroça me assusta demais.
Eu prefiro os pedais!
E com esta charrete,
Seja com a Ivete;

Com a Valdete ou Margareth,
Eu não quero nem repete!
Só vou se for com você,
Que é todo o meu bem querer!
Me promete?

Ele:

Não se apavore linda mulher!
Vou estar ao seu lado
Para o que der e vier!
Não se assuste com a carroça,
Será ela a nos levar pra roça.
De bicicleta eu não vou!
Não sei se você notou,
O homem corajoso que sou.
Te defendo com unhas e dentes 
E se caso atravessar uma serpente
Eu te pego no colo,

Te levanto em meus braços,

E a serpente eu deixo em pedaços!


Ela:

Com este herói,
Eu vou pra todo lado...

Até onde não tem povoado!

Quero ver o que faz com um elefante,

Com toda esta mente brilhante!

Quero ver o que faz com um le
ão,
Com este corpo de peão!
Quero ver o que faz comigo...

Se realmente eu estiver em perigo!

 

Ele:
Minha linda donzela,
Nos vamos pra roça
 

E não pra uma floresta bela!
Me diz o que deseja conhecer...

Devo estar em alerta,

Assim me preparo com a roupa certa!

 Ela:
Não sei bem o que tem na roça...
Pensei que tivesse de tudo!
Da raposa a mariposa,

Do elefante ao cabrito berrante,

Do urso polar aos pássaros no ar,

Da Leoa à borboleta que voa,

Da Girafa ao escorpião na garrafa,
Do chimpanzé ao bicho de pé,
Do  crocodilo cruel  à abelha fabricando mel!

 Ele:
Meu amor uma roça é diferente...
Ela é mais envolvente!

Não nos apavora,

Com todo o seu caminho afora!

A floresta é misteriosa...

Tudo nos assusta, é perigosa!

Eu enfrento tudo pra te alegrar,

Mas nao quero morrer ao enfrentar.

Devemos ir agora.
Não esperar nem mais uma hora.
Pegue a carroça... Vamos pra roça! 

Se for à roça você vê lugarejos.
Se for ao mar você vê caranguejos .
Se quer ver anjos olha pro céu!
Em cidade grande vê arranha céus.
Na roça também tem mel!
Na roça tem tudo pra ver!
Tem pés de laranja e muitas mangas...
Tem pássaros que cantam,
Tem galos e suas frangas,
Tem todo aquele som,
Mais parece um paraíso bom!

Ela:
Meu amor, você me convenceu...
Pega a carroça... Vamos pra roça!
Não quero  pensar... Não quero falar...
Somente desejar!
Pega a carroça... Vamos pra roça!
La tem de tudo pra viver,
Junto a você que é  meu bem querer!
Feliz, sempre feliz ,
Como você sempre quis!
Como sempre desejou,
Desde o instante que te conheci,
No momento que me amou!

Autora: Aymée Campos Lucas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar... A sua opinião, para mim, é muito gratificante.