Os InVerSos dEnTROoo De MiM!

Seja Bem Vindo em Meu Blog!
Desejo Muito que Possa Apreciá-lo. São Textos e Poemas Escritos Por Mim.
Eu Gosto Muito de Escrever... Na Verdade, Eu Amo Escrever.



segunda-feira, 12 de julho de 2010

Era Apenas mais um Sonho!

Era Apenas mais um Sonho!

Sai por ai neste mundo
Em viagens como um moribundo,
E comecei a ver tudo de louco
Que neste mundo tem sempre um pouco!
De repente... Encontrei algo diferente,
Parei... Olhei... Admirei,
E me assustei!
Eu vi uma cidade invisível
Toda em vidro, era incrível!
Era uma cidade linda de se admirar
Onde chão parecia tocar o luar,
Eu ali a caminhar
Em uma estrada colorida bem devagar.
Usaram cores para identificar,
Os lugares que poderíamos transitar.
A cidade era pequena, moderna,
Mas sem baderna!


Existiam prédios altos, altos!
Transparentes, invisíveis!
Olhando para cima,
Eu vi pessoas e animais a flutuar.
Tinha cachorros dando saltos,
Crianças a brincar,
Uma senhora cozinhando,
Um casal se amando,
Pai e filho conversando,
Amigos festejando,
Flutuando... Flutuando!
Pareciam estar no ar
Com o vento a soprar!
Imaginei que esta cidade não existia...
Porque não se via,
Será pura fantasia?
Tudo em vidro!
Como pode existir,
Criar, construir,
Cidade assim e exibir!
Eu me admirava
A cada passo que dava!


Perguntei a um senhor que passava
Onde esta estrada me levava?
Me respondeu sem temor:
"Cada estrada tem uma cor,
Tem seu nome,
Desse jeito nada some!
Esta estrada é a Verde
E se chama Esperança
Caminhando tem o mundo da criança
Tem alguém pra cuidar delas
São tantas crianças belas
Dizem de ser uma joia rara
Que se chama dona Sara!"
Ele sorriu e falou:
"Você parece que gostou!"


Se virar, para onde eu vou?
Neste instante ele explicou:
"Virando tem a Vermelha
E se chama Sedução
Se encontra todo amor
Coisas do coração!
Tem cinemas, bares, diversão,
E é ali que os casais estão,
Para encontrar uma paixão
Deve ter muita atenção,
Pois alguns querem só passar a mão!

 Ali em frente
Tem a estrada Roxa
Se chama Saudade
Ela representa o cemitério,
Tanta gente que se foi
Carregando seus mistérios
Esta semana faleceu o padeiro
Era o meu grande parceiro!
Seu nome era Valderio
Sofreu um acidente aéreo...


Na estrada paralela
Tem a estrada Amarela
Para muitos esta é a mais bela!
Seu nome é Aquarela.
Esta estrada é longa
Você precisa de ver
São para quem só pensam em poder,
Como dona Estela,
Esposa do prefeito
Que adoeceu e não sai do leito,
Dizem que não tem mais jeito!
Caminhando vai encontrar,
Um shopping Center, lojas exuberantes,
Bancos e restaurantes,
Tudo de vidro
Com todo seu luxo e diamantes.
Quem a frequenta, nunca foi pobre antes!


A minha cor predileta
E' o Azul, onde esta?
Segue aquela seta,
Encontrara uma reta
Nesta estrada
Não tem prédios, não tem nada!
E' uma estrada livre... livre
Se você olhar para o céu
Vera todo azul celeste com vontade
Refletir na estrada chamada Liberdade...
E te dará uma paz, você vai brilhar
Sempre que olhar
Para o céu claro a te iluminar!
Tem pássaros
Voando ... Voando...
E você olhando,
Ele vai te levando
no mais alto céu,
Te fazendo sentir
Todo nosso Deus, dando conforto
Para quem ainda não esta morto!


Acorda... Acorda, meu amor!
Vem tomar cafe com leite
Esteja atenta quando morder a torta!
E foi assim que acordei...
Feliz, feliz !
Meu amor não é cruel,
Ele é somente o meu mel
Ele sempre me quis
E hoje dentro desta torta
Me presenteou um anel!


Aquele Senhor eu sempre o vejo
Ele é meu anjo
Sempre me diz ao dormir:
"Eu sempre te protejo!
Este é o mundo dos sonhos
Onde você poderá ir a qualquer lugar,
Lugares que você sentir vontade!
Sua mente vaga, vaga em horizontes
Onde poderá criar histórias aos montes
E eu estarei sempre la a te olhar
Sou teu anjo, sou tua fonte!"


Autora: Aymée Campos Lucas

2 comentários:

  1. Que lindooooooooooooooooooooo, adorei. Parebéns!


    É seu?

    ResponderExcluir
  2. Que bonito seus versos!

    Uma cidade assim é uma pura Utopia.

    Vamos fazer nossa parte, em mundo com tanta gente cruel.

    Abraços.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar... A sua opinião, para mim, é muito gratificante.