Os InVerSos dEnTROoo De MiM!

Seja Bem Vindo em Meu Blog!
Desejo Muito que Possa Apreciá-lo. São Textos e Poemas Escritos Por Mim.
Eu Gosto Muito de Escrever... Na Verdade, Eu Amo Escrever.



quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Para Tudo Tem Uma Solução... Não Se Apavore Não!

 
Um Vizinho Sábio

Felicidade era tudo que ele sentia, e quando os dias terminavam, mais uma de suas realizações era concretizada... Tudo estava andando com ele queria, sucesso em seu pequeno trabalho que lhe rendia bons frutos...
Bons frutos que deveriam ter sido reservados, planejado de uma maneira, que no futuro pudesse ter uma garantia de todo o seu esforço.
Mas isto ele não soube fazer... Não pensou corretamente, e deixou o tempo passar, usufruindo de tudo, quando um certo dia, tudo aquilo que possuía veio a desmoronar. Faliu totalmente. Era já idoso para recomeçar uma nova vida, mas ele não desanimaria fácil!

Não sabia como agir ou como resolver seus problemas. Mas, Jeremias era um homem inteligente, não tinha medo do que deveria enfrentar e sabia que conseguiria um dia superar!
E o tempo que passava fazia com que perdesse algo de precioso, um bem maior, ao ponto de sentir fome e não poder comprar o que comer.
Seu vizinho, um homem bem mais jovem, sempre lhe desejava bom dia e vendo aquilo que acontecia, queria e sentia vontade de ajudar, mas ele era muito orgulhoso e de alguma forma ele encontrava um modo para dizer que não precisava, que estava tudo bem, que daria um jeito, que havia já uma nova ideia e que se caso precisasse ele não hesitaria em pedir, assim... terminava sempre com a mesma frase:
- Esteja tranquilo... para tudo tem uma solução, não se apavore não!
O importante é não roubar e não matar como meu pai sempre me ensinou. Outra solução encontrarei! 


E o tempo foi passando e aquele homem foi se apavorando... 
Não tinha nada mais na dispensa e a geladeira até foi usada para pagar suas dividas que não eram poucas. Também seria inútil mantê-la, pois, nem energia na casa havia mais. A casa foi o único bem que não perdeu, por estar no nome de seu filho que naquele momento vivia muito longe dali e nem se preocupava com esta casa. Ele dizia sempre ao seu pai, de fazer o que achasse que fosse necessário com a casa. Dizia sempre que se preocupava na verdade era com seu pai, nada mais! 
Mas não poderia fazer nada, vivia longe de seu pai!
E, o amigo ali vizinho estando perto, por meses passava para um prosa e o homem sorridente disfarçava suas preocupações para não perturbá-lo.
Se tornaram tão amigos que ao passar do tempo, passaram a falar um com outro de uma forma mais carinhosa, dizendo de serem compadres!


Quando o amigo levava um prato de comida, ele dizia que já havia comido, agradecia...
O amigo vizinho perguntava todo dia que o olhava:
-Você comeu hoje, compadre?
- Como não? Comida farta hoje!
- O que comeu?
Hoje, passeando no parque, colhi alguns frutos que havia em uma árvore e comi tudo!
- Fico feliz que encontrou comida, você é muito teimoso, queria mesmo poder te ajudar!
E ele respondia:
- Esteja tranquilo...para tudo tem uma solução, não se apavore não!
O importante é não roubar e não matar como meu pai sempre me ensinou. Outra solução encontrarei!

A cada manhã, a cada dia surgido, o amigo perguntava o mesmo... 
Mas aquele homem velho ao olhar seu amigo compadre tão jovem, o via uma pessoa muito ocupada para perder tempo com ele, mas não era verdade! 
O vizinho se preocupava de verdade e ao mesmo tempo, ele o admirava por saber inventar até um modo de se alimentar.
Ele gostava de suas ideias e suas invenções... precisava saber qual foi o menu do dia.
- Bom dia, compadre! O que comeu?
- Hoje, colhi lá no mesmo parque folha de algumas árvores frutíferas e fiz uma salada muito saborosa!
- Mas como saborosa se nem sal em sua casa tem?
Todos os dias, eu pego um balde da água do mar para temperar os alimentos.
- E fica bom?
- Não existe melhor! E ainda mais com os ovos mexidos que fiz... ovos que peguei de um ninho em uma das árvores que ali existia!
- Amigo, eu quero poder te ajudar!
- Esteja tranquilo... para tudo tem uma solução, não se apavore não!
O importante é não roubar e não matar como meu pai sempre me ensinou. Outra solução encontrarei! 


Amanheceu... E aquele seu amigo mais jovem que se chamava Rafael, não via a hora de vê-lo para fazer a sua repetida pergunta.
Era muito forte essa vontade de saber, mais do que poderia imaginar!
- Meu compadre, o que comeu hoje? 
Perguntou Rafael sempre curioso, pois, gostava de seu modo de ser...
- Entre e coma também, porque hoje tem fartura! Tem até sobremesa!
- O que tem hoje, então?
- Pela manhã, eu lá no parque avistei uma colmeia e colhi com toda a coragem tanto mel!
- Não brinca! Fala sério?
- Não estou brincando não!
E o melhor foi que quando eu estava tirando o mel lá do alto do árvore, o galho quebrou e então eu caí em cima de um gato que passava ali naquele momento.
Não sabendo o que fazer, trouxe o gato pra casa que estava morto e fiz uma bela fritada na panela!
O amigo vizinho quase deu um troço! 
Queria sair correndo dali, mas sem graça de fazer desfeita não teve coragem!
E assim falou:
- Mas, com que óleo compadre?
- Usei as sementinhas do girassol... produz um ótimo óleo!

E assim, este homem foi vivendo, não roubava, não matava como ensinou seu pai!
Não usava violência a nenhum ser humano para poder sobreviver, nada!
Apenas encontrava soluções para mais um de seus dias!
Ao deitar chorava, pois havia a sensação de viver em uma selva, onde precisava sobreviver e se sentia mais forte que muitos outros animais se tornando um predador... 
Em seus pensamentos, Jeremias imaginava que era um assassino e também um ladrão, ele não roubava dos homens, mas com os animais era o que estava fazendo. Roubando e matando. 
Se sentia um que não dava o devido valor à natureza e para ele que busca ser correto, lhe fazia angustiado, mas precisava sobreviver sem prejudicar outros. 
E assim, muitas vezes para não sofrer, imaginava de viver em uma ilha, onde deveria sobreviver até o dia que algo desse certo. Deveria usufruir do que Deus construiu de belo... a natureza!

Um certo dia pela manhã, ele saiu para um passeio, pensando em convidar seu amigo Rafael para uma visita em sua casa... havia limpado a casa e tinha uma novidade no menu para aquele dia.
Planejou um churrasco e queria convidar seu compadre.
Chegando lá para convidá-lo, o amigo estava ao leito enfermo e não poderia ir, mas mesmo assim fez a pergunta:
- O que vai comer hoje, compadre? 
- Vim aqui para te falar, porque não via você passar para perguntar!
Fiquei então muito preocupado...
Te esperei por tanto tempo para te convidar para o meu churrasco, mas agora farei uma canja com a carne e trarei para você se sentir mais forte!
- Mas que carne é esta? Você ganhou de alguém?
- Não!! Hoje pela manhã, em minha janela, havia pombos e ao abri-la, três pombos se assustaram e entraram dentro da casa. 
Voavam apavorados e não paravam de bater com a cabeça no teto até morrerem. Por isso que hoje tem carne!

O amigo Rafael pronunciou sorrindo:
- Parece que Deus te protege, compadre!
Você realmente é um homem muito sábio e guerreiro e sou feliz de poder estar ao seu lado, vendo sua sobrevivência calma e serena em vez de se desesperar como muitos ou mesmo como eu!
- E então, posso trazer a canja?
- Faço questão de prová-la, mas antes terá de me prometer que de hoje em diante estará aqui em minha casa todos os dias, na hora do almoço a cozinhar para nós! 
Seria uma ajuda de ambos, seria uma troca de favores, pois, eu não gosto de cozinhar e enquanto você preparava seus pratos eu me alimentava mal e agora estou aqui neste leito e o medico disse que faltava uma boa alimentação!
- Mas, eu não quero atrapalhar a sua vida, compadre, de maneira alguma. Não seria justo invadir sua privacidade constantemente.
- Compadre... mas você é um amigo! Um grande amigo que sinto falta, se não vejo por um dia. Jamais seria um invasor e se tiver algo errado, eu não hesitaria em dizer a você.
E assim terminou com a frase que aprendeu com ele!
- Esteja tranquilo... para tudo tem uma solução, não se apavore não!
O importante é não roubar e não matar como nossos pais sempre nos ensinaram. 
Outra solução encontraremos!

Ele aceitou porque percebeu que seu amigo Rafael precisava dele e ele também precisava! 
E a partir deste momento pareciam Pai e filho! 
Um grande amor nasceu entre eles, se protegiam e aquele jovem aprendeu tanto com Jeremias que a riqueza surgiu naquela casa novamente... A maior riqueza... o amor e amizade entre dois estranhos e solitários.
Venderam a casa do lado, pagou suas dividas e seus ensinamentos, doou a esse jovem que a cada dia crescia profissionalmente, mas com uma diferença: aprendeu que deveria fazer reservas para um futuro distante. Em meio a tudo isto, de vez em quando Jeremias e Rafael cozinhavam ainda com a água salgada do mar, pois achavam que tudo ficava mais saboroso!

Autora: Aymée Campos Lucas

terça-feira, 16 de novembro de 2010

O Meu Espelho!



Hoje, senti vontade de escrever quando escutava esta musica.
As musicas me inspiram! Eu viajo e vejo tanta coisa!...

Hoje, estou vendo alguém que escreve como eu... 
Ele pegou uma caneta e está escrevendo do mesmo jeito que eu, 
E, vejo tudo que ele escreve.
Minha visão é ampla e consigo ver que ele está muito triste em um quarto fechado,
O abajur está apagado  e a TV acesa sem um único som. 
Acendeu somente para iluminar o ambiente. 
Ele iluminou o seu caderno, abriu em uma folha branca e escreveu o titulo.
Talvez, será um poema, ainda não saberia dizer...
Um poema ou quem sabe um desabafo... Seu semblante é triste.
E assim, ele escreve e eu vejo!
Eu vejo, e ele, sente.
E suas palavras se fizeram... Ele chora!


 
Não Tem Fim!

Hoje, senti vontade de escrever!
Queria falar sobre minhas dores
Sobre a tristeza, agonia, angustia
E toda a minha melancolia...
Então, sentei em frente a minha escrivania
E comecei a pensar por onde começar
Peguei meu caderno, abri e ali, comecei a escrever.
Escrevia e escrevia...

Estou vivendo momentos contínuos de angústia, agonia
E sempre me pergunto o porquê?
Eu sei que nesta vida 
A gente tem que aprender a se virar sozinho
E' instinto! Vem de dentro de nós o buscar, descobrir
Encontrar verdades do nosso eu
Soluções... Criar!
Eu sei que quando agimos assim
Tudo vira energia,
Tudo vira cor,
Tudo tem sabor!
Mas, porque eu não consigo?
Eu não enxergo... Fico cego!
Por que sou diferente?
Por que me sinto fechado para esta tal modernidade?
Por que o amor me confunde?
Como vou saber se é amor?
Cego... Cego...
Mas, porque sou diferente de tanta gente?
Queria tanto ser forte, capaz, decidido.
Uma pessoa que saiba criar espaços
Mas não sou... Eu não me encontro!
Parece que vivo para viver um caminho sem fim!
Não tem fim!
Não tem fim!
Eu não sei porque não tem fim!

Vejo os idosos pelos jardins, eles parecem
que, por todo tempo, aprenderam
e ali, estão apenas descansando
de tudo que realizaram
Paz... Paz... Paz... 
Eles transmitem paz para mim!
Chegaram a um limite e agora, eles vivem a paz!
E então, porque que comigo é tudo diferente?
Sou diferente... Sou apavorado, sou dependente
Dependente de um amor
Sou um que não se encontra.
Por que? Por que é assim?
Não tem fim! Não tem fim!
Eu queria ver o fim! Eu preciso ver!
Mas não me encontro
Não encontro o meu eu...
Quem sou realmente?
Não sei... Eu não sei! 
Como posso aprender?
Queria tanto saber...
Realmente não sei dizer!

Autora: Aymée Campos Lucas

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Uma Linda Declaração de Amor de Lorenzo Jovanotti - A te


A TE

A te che sei l'unica al mondo
L'unica ragione per arrivare fino in fondo
Ad ogni mio respiro
Quando ti guardo
Dopo un giorno pieno di parole
Senza che tu mi dica niente
Tutto si fa chiaro!
A você que é a única ao mundo
A única razão para chegar fino ao fundo
A cada um de meu respiro
Quando te olho 
Depois de um dia cheio de palavras
Sem que você me diga alguma coisa
Tudo se faz claro!


A te che mi hai trovato
All' angolo coi pugni chiusi
Con le mie spalle contro il muro
Pronto a difendermi
Con gli occhi bassi
Stavo in fila
Con i disillusi
Tu mi hai raccolto come un gatto
E mi hai portato con te
A você que me encontrou
em um ângulo com os punhos fechados
Com as minhas costa contra o muro
Pronto  a me defender
Com os olhos baixos
Eu estava em fila
Como os desiludidos
Você me recolheu como um gato
E me levou com você!


A te io canto una canzone
Perché non ho altro
Niente di meglio da offrirti
Di tutto quello che ho
Prendi il mio tempo
E la magia
Che con un solo salto
Ci fa volare dentro all'aria
Come bollicine
A você eu canto uma canção
Porque não tenho outra coisa
Nada de melhor para te oferecer
De tudo aquilo que me pertence
Pega o meu tempo
E a magia
Que com um só salto
Te fará voar dentro do ar
Como bolinhas de Sabão


A te che sei
Semplicemente sei
Sostanza dei giorni miei
Sostanza dei giorni miei
A te che sei il mio grande amore
Ed il mio amore grande
A te che hai preso la mia vita
E ne hai fatto molto di più
A te che hai dato senso al tempo
Senza misurarlo
A te che sei il mio amore grande
Ed il mio grande amore
A você que é
Simplesmente é
Essência dos meus dias
Essência dos meus dias
A você que é o meu grande amor
E' o meu maior amor
A você que pegou a minha vida
E com ela em mãos me fez crescer
A você que deu senso ao tempo
Sem tomar medidas
A você que é o meu grande amor
O meu maior amor

A te che io
Ti ho visto piangere nella mia mano
Fragile che potevo ucciderti
Stringendoti un po'
E poi ti ho visto
Con la forza di un aeroplano
Prendere in mano la tua vita
E trascinarla in salvo
A você que eu
Vi chorar na minha mão
Frágil que poderia te matar
Ao te abraçar
E depois te vi
Com a força de um avião
Controlar em suas mãos a sua vida
E arrastá-la para um lugar seguro 


A te che mi hai insegnato i sogni
E l'arte dell'avventura
A te che credi nel coraggio
E anche nella paura
A te che sei la miglior cosa
Che mi sia successa
A te che cambi tutti i giorni
E resti sempre la stessa
A você que me ensinou sonhar
E a arte de se aventurar
A você que acredita na coragem
E também no medo
A você que é melhor coisa
Que me aconteceu
A você que muda todos os dias 
E continua sempre a mesma!


A te che sei
Semplicemente sei
Sostanza dei giorni miei
Sostanza dei sogni miei
A te che sei
Essenzialmente sei
Sostanza dei sogni miei
Sostanza dei giorni miei
A você que é
Simplesmente é
Substancia dos meus sonhos
Substancia dos meus dias
A você que é 
Essencialmente é
Substancia dos meus sonhos
Substancia dos meus dias

A te che non ti piaci mai
E sei una meraviglia
Le forze della natura si concentrano in te
Che sei una roccia sei una pianta sei un uragano
Sei l'orizzonte che mi accoglie quando mi allontano
A você que nunca se gosta
E para mim é um maravilha
As forças da natureza se concentra em você
Que é uma rocha, é uma planta, é um furacão
E' o horizonte que me acolhe quando me distancio


A te che sei l'unica amica
Che io posso avere
L'unico amore che vorrei
Se io non ti avessi con me
A te che hai reso la mia vita bella da morire, 
Che riesci a render la fatica un' immenso piacere!
 A você que é a única amiga 
Que eu posso haver
Único amor que eu queria
Se não tivesse você
A você que tornou a minha vida bela de morrer
Que consegue render o cansaço em um imenso prazer!


A te che sei il mio grande amore 
Ed il mio amore grande,
A te che hai preso la mia vita 
E ne hai fatto molto di più,
A te che hai dato senso al tempo 
Senza misurarlo,
A te che sei il mio amore grande 
Ed il mio grande amore!
A você que é o meu grande amor
O meu maior amor,
A você que pegou a minha vida
E com ela em mãos me fez crescer
A você que deu senso ao tempo
Sem tomar medidas
A você que é o meu grande amor
O meu maior amor!


A te che sei, 
Semplicemente sei, 
Sostanza dei giorni miei, 
Sostanza dei sogni miei...
E a te che sei, 
Semplicemente sei, 
Compagna dei giorni miei...
Sostanza dei sogni.
A você que é
Simplesmente é
Essência dos meus dias
Essência dos meus sonhos
E a você que é
Simplesmente é
Companheira dos meus dias
Essência dos meus sonhos.

Tradução: Aymée Campos Lucas

Biagio Antonacci... Ele me Surpreende Sempre!



Lei... Lui e... Lei
Ela... Ele e... Ela

Lei, tutto il giorno pensa a lui, a lei
Lei, non riesce più a nasconderli
Lui, si dovrebbe laureare però...
Però ha sempre qualcosa da fare
Studiare,studiare studiare..
Come fa?
 
Ela, Todo dia pensa nele, nela
Ela, não consegue mais esconder
Ele, deveria se formar porém...
Porém há sempre uma coisa para fazer
Estudar, estudar, estudar
Como faz? 

Lei, preferisce lei per vivere
Lei, preferisce lui per crescere
Lei, tutto il giorno ad insegnare
La notte la passa da sola
Ne lui e ne lei la consola
Cosa c'è? 
Ela, prefere ela para viver
Ela, prefere ele para crescer
Ela, todo o dia a ensinar
A noite ela passa sozinha
Nem ele e nem ela a consola,
O que que tem?   

C'è che non ti viene da mangiare
Lo stomaco è una casa sempre vuota
Tem que, não sente vontade de comer
O estômago é uma casa sempre vazia 

Sai che devi scegliere... Ma vuoi morire
Sai che devi viverli... Se vuoi capire 
Sabe que deve escolher... Mas quer morrer
Sabe que deve vivê-la... Se quiser entender 

Lei, quando pensa al sole pensa a lui
Lei, quando piove, piove insieme a lei
Lei si vorrebbe vergognare
Mentre invece, si vive, si lascia lentamente portare a cercare... Lui o lei 
Ela, quando pensa ao sol pensa nele
Ela, quando chove, chove junto a ela
Ela deveria se envergonhar
Em vez disso, se vive, se deixa lentamente buscar a procurar... Ele ou ela 

Sai che quest'estate resti sola
Sai che lui ha smesso di studiare
E quindi torna giù in Sicilia per sempre
E lei si fa vacanze dove non c'è gente 
Ela sabe que neste verão estará sozinha
Ela sabe que ele parou de estudar
E então retorna em Sicília para sempre
E ela passara suas ferias onde não tem gente 

Vedi come van le cose in questa vita?
A te sembrava di poter decidere per loro
Ma... Ne lui ne lei avrebbero capito
E lascia che il destino ti abbia anticipato
Veja como vão as coisas nesta vida?
Você pensava de poder decidir por eles
Mas... Nem ele, nem ela te entenderia
Então deixe que o destino tenha antecipado 

C'è che non ti viene da mangiare
Lo stomaco è una casa sempre vuota...
C'è che non ti viene da mangiare
Lo stomaco è una casa sempre vuota...
Tem que, não sente vontade de comer
O estômago é uma casa sempre vazia...
Tem que, não sente vontade de comer
O estômago é uma casa sempre vazia... 

è sempre vuota... è vuota..
é sempre vazia... é  vazia

Tradutora: Aymée Campos Lucas 

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Foi Assim...



 Tão Longe de Mim!

Todos os dias nos dois no mesmo trem...
Nos olhávamos com desejo!
Não sei o porque era sempre assim...
Era desse jeito!
Ele estava sempre ali...
A olhar para mim!
E eu muitas vezes
Olhava disfarçadamente o horizonte!

Não queria! Não queria que ele percebesse,
Que eu depois de tanto vê-lo
Me apaixonei loucamente!
Seu sorriso me deslumbrava
E eu me fascinava com todas as suas atitudes!
Precisava vê-lo todos os dias
Mais e mais!
Assim ficaria contente... Não estando longe dele!

Junto ao seu amigo eu percebia
Que ele falava sobre mim e sorria
Era emoção!
Me olhava e falava sempre sorrindo!
Eu não sabendo como agir...
Me fazia toda charmosa
E o olhava direto em seus olhos
Olhava... Olhava...Olhava!
Mas eu não queria...

Não queria! Não queria que ele percebesse,
Que eu depois de tanto vê-lo
Me apaixonei loucamente!
Seu sorriso me deslumbrava
E eu me fascinava com todas as suas atitudes!
Precisava vê-lo todos os dias
Mais e mais!
Assim ficaria contente... Não estando longe dele!

Hoje ao entrar naquele vagão de sempre
Ele não estava... Eu não o via!
e chegou o amanhã...
E tantos outros amanhãs
E ele ali não estava mais...
Me entristecia tanto!
Eu desejava, eu queria vê-lo...
Era já o meu amor!

Me fazia falta seu sorriso
Era já a minha energia
Meu sol de todos os dias!
E sei muito bem o que pensava...
Éramos atraídos fortemente para sempre!
Eu sei... Eu sei... Eu sei!
Eu não entendia... Não entendia!
Deveria encontra-lo novamente
Era mais forte que minha razão
Dias... Dias... Dias sem te ver!
O que poderia esperar?
Não sabia o que fazer!

E depois de tanto vê-lo
Me apaixonei loucamente!
Seu sorriso me deslumbrava
E eu me fascinava com todas as suas atitudes!
Precisava vê-lo todos os dias
Mais e mais!
Assim ficaria contente... Não estando longe dele!
Assim ficaria contente... Não estando longe dele!

Dias e dias se passaram sem te ver...
E naquele dia seu amigo ali estava presente
Eu me aproximei e com coragem
Perguntei sobre você...
Queria saber o porque?
Eu desejava te encontrar
Não tinha respostas
A minha saudade aumentava...
Queria ver seu rosto
Me fazia falta... Tanta falta!
Eu te amava! Eu te amava!

E assim com toda coragem perguntei...
Quando falou me assustei
Em saber que você
Por dias era em coma!
O que fazer? 
Queria estar ao seu lado...
E por todos os outros dias
Eu do seu lado vivia...
Vivia a esperar
Que me olhasse novamente!
Eu queria ! Eu queria!

Olhe para mim!
Olhe para mim por favor!
Eu te amo! Eu sei que te amo!
Não esteja longe de mim!
Você esta tão longe...
Tão longe!...Tão longe!... Tão longe!
Não posso estar longe de você!
Me olhe novamente... Me olhe!
Eu preciso de você...
E' de você que eu preciso!

E seus olhos ao abrir me viu ali ao seu lado
E seu sorriso foi tão grande... Tão grande!
Parecia que o mundo se tornou tão pequeno...
O mundo era ali naquele lugar,
Somente ali perto de mim!
Nada mais...
Tudo estava longe de nos...
Longe...  Longe... Tão longe de nos!


Autora: Aymée Campos Lucas

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Pintando o 7!


Recebi um recado em meu Blog de Rodrigo do Blog: 
O Blog dele é muito interessante. E eu sempre gosto muito de ler o que ele escreve, me identifico muito com o seu modo de pensar 
O recado era um convite a um desafio que ele havia recebido de uma amiga blogueira.
Depois deveria indicar outros para este desafio, para dar continuidade ao desafio.  
E entre muitos eu fui escolhida! Obrigada! Gostei muito de poder falar um pouco de mim aqui.
Então, o desafio é responder as sete perguntas apresentadas e no final indicar mais sete blogueiros para também respondê-las.
Vamos lá...

7 coisas que pretendo fazer antes de morrer:
Eu quero ir ao Egito
Esquiar(Ainda não tive coragem)
Publicar um livro ou dois ou três ou mil, rsrs
Reformar a minha casa
Realizar um sonho de Rafaela
Me casar novamente
Conhecer grande parte da Europa 

7 coisas que mais digo:
Eu te avisei...
Ah Meu Deus!
Cazzo!
Que droga!
To atrasada de novo!
Deus me salva desta!
Que Saco! 

7 coisas que faço bem:
Quando durmo, eu durmo bem!
Comer
Fazer feliz a minha neta
Escrever (Eu acho que faço isso bem!)
Assistir filmes
Fritar ovos (Eu consigo fritá-los e deixar a gema perfeita)
Sei fazer arroz soltinho   

7 defeitos meus: 
Falar gritando quando estou nervosa demais
Teimosia
Timidez
Egoísta (Tenho ciumes de coisas matérias que e pertencem)
Buscar a perfeição em tudo que faço
Trabalhar lentamente
Vingativa com meus filhos(Se não fazem o que desejo, eu procuro um modo de privá-los de algo) 

7 coisas que amo:    
Falar com Deus
Minha neta Rafaela(E' algo muito particular)
Meus três filhos e toda a minha família (Amo ao extremo)
Meu atual companheiro... Meu amor!
Amo escrever
Amo escutar música
Amo a tranquilidade do meu quarto, de minha casa  

7 qualidades:
Eu sou uma pessoa muito persistente
Sou paciente
Sou leal
Sou bondosa
Sou carinhosa
Sou criativa e muito brincalhona
Sou protetiva   

7 pessoas para fazerem o jogo dos sete (ordem alfabética):








Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...