Os InVerSos dEnTROoo De MiM!

Seja Bem Vindo em Meu Blog!
Desejo Muito que Possa Apreciá-lo. São Textos e Poemas Escritos Por Mim.
Eu Gosto Muito de Escrever... Na Verdade, Eu Amo Escrever.



quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Veloso e Aymée Criaram um Conto de Fadas...

Esta Sim Que é  Uma Dupla da Pesada!

Se Você Quiser Eu Empresto Um Traço Meu.

A promoção "Se Você Quiser Eu Empresto Um Traço Meu..." continua!
A Brincadeira consiste em criar um roteiro para tirinhas com os meus personagens, vale tudo é voo livre! 
Vamos trocar figurinhas! 
Enviem seus roteiros para o SAC ( Serviço de Atendimento aos Comentaristas)do meu Blog  Bau do Veloso  VEM PARA O  BAÚ VOCÊ TAMBÉM!

E foi assim que tudo começou!

Eu vi este anuncio quando visitei  blog de Veloso... Eu visitava sempre o seu blog para ver novas
estorias do Morceguinho!
Eu adoro o Morceguinho! E quando ele adicionava novas tirinhas. eu corria para ver e aqui na frente do meu computador eu sorria e a cada dia eu amava mais este personagem!
Morceguinho conquistou meu coração! Ele é curioso, é esperto, inteligente e muito vivo.

Passei a considerar o trabalho de Veloso demais. Suas mãos são de fadas! Mente criativa e mãos poderosas. 
Seus desenhos são espetaculares e além de Morceguinho existe outras obras de maravilhar!
Realmente me sinto orgulhosa de poder ter tido a oportunidade de conhece-lo e mais que isto poder ter feito um trabalho em conjunto...
Ao entrar em seu blog e ver aquele aviso que postei  ali no inicio, eu me senti desafiada!
E quando alguém me desafia eu desejo provar que sou capaz, não consigo pensar diferente... 
Sempre fui assim: Eu posso! Eu quero! Eu faço!

E assim comecei a trabalhar com a minha mente e surgiu um conto de fadas maravilhoso! 
Surgiram também 3 Tirinhas geniais, feitas por mim e outra que também irei incluir aqui criada somente por Veloso para fazer um belo cenário aqui na Itália!

Eu criei um conto de fadas e Veloso criou todas as ilustrações para este conto!
E agora o nosso trabalho esta sendo divulgado aqui no meu blog e também no blog dele!
Isto para mim é divino, pois quando penso alto, eu vejo as mães lendo estorias para dormir aos filhos e vejo aquela criança falando:" Mãe conta aquela do Morceguinho!"
Já imaginou um futuro assim? Eu já! 
Sempre quando leio este conto eu imagino que isto poderá acontecer ...
E assim: Aymée e Veloso criaram um conto de fadas...
Esta Sim Que é Uma Dupla da Pesada!

Passados dias eu enviei o conto a Veloso que ao ler me disse até de ter se emocionado!
Eu me senti realmente feliz! 
Ao escreve-lo criei um único titulo que nem por um segundo desejei  modificar! 

E assim foi como enviei por e-mail o Conto de Fadas que se transformou!

Aqui estou mostrando o Antes e o Depois!

VIDA DE BICHO E' DIFÍCIL?

Ele estava ali naquela floresta imensa junto aos seus companheiros desde que nasceu!
Morceguinho diferente de todos os outros!
Ele amava. Amava perdidamente uma linda morceguinho que o abandonou por causa de seus ciumes.
Pobre morceguinho, o mundo dele ficou de cabeça para cima! Sofria!
Seus companheiros viviam suas vidas tranquilamente de cabeça para baixo. Eles não se importavam com o amor, só queriam se aventurar, e voarem por toda a floresta.
Morceguinho não suportava mais a ingratidão de seu amor morceguinho. Ele queria tanto lhe dar amor, protege-la de qualquer perigo. mas morceguinho queria liberdade, libertinagem.
Ele queria uma casinha e ela queria ser safadinha da noite com todos os morceguinhos. Morceguinho queria voar e provar o sangue de sua maneira. Isto para ela era tudo de mais importante. Do mesmo modo que as borboletas provam o néctar das flores, o urso se deslumbra com os sabores do mel, morceguinho se satisfazia em buscar o seu sangue!
Ela não aceitava ser tratada como um filhote, e não poderia aceitar que o morceguinho tirasse sua liberdade.
Morceguinho era ciumento por isto.
Queria que ela não voasse com os outros. Ele queria trazer o alimento para ela. Quando via que ela não obedecia, ele brigava, brigava sem fim, quando um dia ela mandou ele desaparecer da vida dela!


Morceguinho revoltado resolveu desaparecer daquele lugar, para esquece-la. Ele não queria mais estar com um amor que não o respeitava.
Deste modo Morceguinho muito triste e cabisbaixo se afastou de todos à procura de uma paz interior!
A floresta era grandiosa, escura e ali ele voava sempre descontrolado pois seus olhos eram sempre coberto de lágrimas.
Quando Morceguinho via os raios de sol ele se escondia em uma das grutas da floresta.
Um certo dia pela manha ele decidiu mudar radicalmente sua vida e voando voando ficou curioso com o que havia fora da floresta. Os raios eram fortes mas ele mesmo assim, queria ultrapassar aquela barreira. Procurou pela floresta a árvore misteriosa.
Era assim que ela se chamava Árvore Misteriosa, pois quem se aproximasse dela e conversasse com ela, teria a solução para qualquer mistério.
E para morceguinho o maior mistério era descobrir como fazer para sair da floresta sem que os raios o fizessem mal.
E assim ela falou:
-- Isto é simples, não tem tanto mistério! Olhe para meus galhos... Esta vendo como eles são tortos e sempre com duas folhinha transparentes e escuras os unindo?
Ele respondeu:
-- Sim! Porque as folhas são transparentes?
-- Morceguinho, isto são óculos escuros para passarinhos e morceguinhos como você!Você poderá usar quando os raios de sol forem fortes. Assim você estará protegido de qualquer perigo
Recolhe o quanto quiser, mas me avise para me preparar quando retirar, pois não quero sentir dor!


Morceguinho não estava mais chorando, não estava cabisbaixo, pois tinha uma aventura pela frente. Recolheu tantos óculos e agradecendo àquela bela árvore ele começou a voar pro mais alto céu!
Quando a noite chegou ele ainda voava, voava, e uma cidade foi o que ele encontrou.
Parou, olhou e escutou um barulho diferente que vinha de um ambiente onde tinha muita gente que dançava com uma musica de ritmo quente!
Se assustou com o que viu e saiu voando novamente!
Tudo era diferente de sua floresta. Morceguinho já estava com saudade dela.
Cansado decidiu repousar em uma árvore que encontrou bem ali  perdida naquela selva de pedra.
Se atacou a um galho quando viu uma linda coruja com olhos de mel... Estava solitária e cantava.
Morceguinho se encantou com ela e com a musica. Aquela sim era uma musica bela, pensou... E a corujinha morceguinho queria beijar, queria amar por se apaixonar!
Morceguinho estava carente e quando viu a corujinha na sua frente se aproximou com tanta elegância vestido com seu fraque fazendo impressionar!
A corujinha se espantou! Morceguinho então falou:
-- Não tenha medo! Sou bondoso, carinhoso, amoroso e cuidadoso. Corujinha olhou e seu coração vibrou!
Um canto se fez de um guerreiro a procura de m novo amor! Corujinha se apaixonou!


Nunca mais ficaram sozinhos, parecia que tinha apenas um coraçãozinho. Com todo amor que havia, passado meses nascia o mais novo filhote da floresta que se chamava Morcerujinho.
Todos diziam ser a cara do pai com olhos da mãe! Era um filhote muito querido e protegido por papai e mamãe!
O Amor faz a diferença se tornar igual! Ela fazia tudo que ele queria e ele se tornou um marido e pai guerreiro!
Morceguinho era muito feliz! Muito mesmo!
Seu filhinho Morcerujinho se tornou  o principezinho daquela enorme floresta!
Todos os animais estavam curiosos em vê-lo por saber que através da palavra AMOR  pode existir coisas na natureza que doado por Deus é capaz de brilhar ou crescer ou sorrir, chorar e até ser diferente e nunca existente nesta terra... Mas que de hoje em diante ele poderá criar raízes, surgindo sempre um novo morcerujinho ou quem sabe um ser de uma outra especie!
Fim!

Autora: Aymée Campos Lucas

E SE TRANSFORMOU... 







Autores: Aymée Campos Lucas,  autora do conto

Juvêncio Hilario Veloso, autor de todas as ilustrações

E Juntamente a este Conto apresento as Tirinhas criadas por mim e ilustradas por Veloso.
A primeira sera usada como introdução por ter sida crida ao completo por Veloso, mas que faz parte da aventura de Morceguinho aqui na Itália!
Que lindo... Morceguinho veio me ver, mas algo deu errado!

Obrigada Veloso por me emprestar Um Traço Teu!



20 comentários:

  1. Lindo o conto, lindo os morceguinhos... O Veloso é 10 e vcs formam uma dupla do barulho rsrs

    Gostei muito de ler e feliz em saber que o morceguinho tá fazendo muito sucesso. Ando orgulhosa dele, afinal, foi uma crônica minha que inspirou o veloso a criá-lo rsrs

    http://a-cor-da-gente.blogspot.com/2010/05/mais-do-que-beleza-e-fragilidade-o.html

    Um bjo enorme!

    ResponderExcluir
  2. Sim, é verdade! E eu me lembro que por gostar tanto do morceguinho eu fui até ao seu blog para ver a sua historia e eu adorei tudo que dizia: De voce passar a noite em claro para ver quem bebia a agua dos beija-flores, rsrsrs
    E foi assim que te conheci e te admirei por tudo que é!

    Voce é uma mulher espetcular, que conhecendo apenas pelo pc ja se pode sentir o quanto seria admiravel te conhecer pessoalmente.

    Obrigada Sueli por sempre estar aqui presente a admirar meu trabalho!Para mim é muito importante sua presença. Bjus

    ResponderExcluir
  3. Obrigada minha amiga pela postagem e palavras tão carinhosa você é uma pessoa muito especial talentosa, generosa, sensivel... Obrigado por postar meus quadrinhos e pela honra de ter feito parceria no roteiro... Você sabe que este conto para o morceguinho foi umas das grandes emoções que a blogosfera me proporcionou! Um beijo e fica com DEUS! Tem email urgente para você la na caixa!

    ResponderExcluir
  4. Olá Aymée, vim aqui por indicação do Veloso, gostei do teu blog, pelo que estarei seguindo o teu trabalho. Esta parceria com a fábula do morceguinho, adorei! Julgo que se derem continuidade estará aqui um belo trabalho. Parabéns.

    Bjs

    Sãozita

    ResponderExcluir
  5. Aymée
    Adorei seu Conto de Fadas e com as ilustrações do Veloso criaram vida. Voleti a ser criança.
    Parabéns aos dois pelo belo trabalho.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Aymée passo aqui para conhecer seu espaço através do blog do Veloso.
    Maravilhosa parceria de vocês dois. Linda história, lindos traços.
    Deixo aqui o meu beijo para você (minha mãe se chama Aymée, lindo nome)

    ResponderExcluir
  7. Saozita,
    Obrigada pela sua presença aqui no meu blog e obrigada por ter apreciado meu conto.
    Pode ter a certeza que daremos a continuidade sim, pois Veloso esta de total acordo.
    E ja estou escrevendo o 2°conto com intençao de criar As Mais Belas Estorias de Morceguinho...

    Sera surpreendente o 2° capitulo com a presença de Lady Garça e até um vilao, rsrsrs
    Vamos nos empenhar para que possamos formar uma coleçao de contos de Fadas.
    Este conto eu escrevi em dois dias apenas, e os pensamentos surgiram em minha mente como se eu fosse Morceguinho, como se eu estivesse ali naquela floresta, rsrsrs
    Muito obrigada por ser participativa e nos da total apoio! Vou seguir o seu blog! bjus

    ResponderExcluir
  8. Ola Irene,
    Sabe que eu também me sinto meio criança quando começo a viver as aventuras de Morceguinho! Eu sou terrivelmente apaixonada por ele e por isto consegui faze-lo ter uma vida contagiante... Queria doar a uma ave que muitos sentem medo, o poder de saber amar e ser leal a quem ele considera importante em sua vida!

    Viu que lindo quando ele é despejado de casa pela Morceguinha... Veloso adicionaou uma frase que me faz divertir tanto: Ingrata! kkkk

    Eu ja enviei o inicio do 2° conto a Veloso, que escrevi esta manha e nossa!! Neste a corujinha vai surpreender a todos! Meus personagens serao todos protagonistas desta aventura!

    Obrigada por ter me add e saiba que sera uma honra haver a sua presença! Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  9. Oi Isadora,
    Nossa que legal que sua mae se chama Aymée. Realmente é um lindo nome e o significado mais ainda!E'um nome que chama muita atençao e quando criança eu tinha vergonha dele, pois era muito timida e quando o pronunciava a alguém, sempre faziam um comentario e isto me envergonhava.

    Quanto a parceria realmente tivemos muita facilidade de interagir e tudo que escrevi Veloso amou sem precisar modificar nem uma virgula, apenas acrescentou um toque de humor, rsrsrs
    Como disse antes a Estoria continua...
    Muito obrigada pela sua presença!

    ResponderExcluir
  10. Muito lindo o conto e a ilustração do Veloso. Um conto de fadas moderno que prega o amor entre os diferentes. Muito bom.
    beijos

    ResponderExcluir
  11. Aymée gostei da continuação que você começou a escrever e aproveito para agradecer o carinho aqui lá no Baú e aqui com anossa parceria !com anossa parceria!

    ResponderExcluir
  12. Oi Aymee!! Vim lá do Veloso conhecer a sua versão ilustrada do conto - ficou incrível!! Já tinha gostado da história lá e vê-la ilustrada aqui ficou ainda mais original!! Parabéns pela parceria com o Veloso, é realmente uma delícia trabalhar com ele!! Beijos, Deia

    ResponderExcluir
  13. Oi Angela,
    Isto é verdade, é um conto moderno, procurei encaixar os modos e açoes que temos nos dias atuais, rsrsrs
    Que bom que gostou! Eu estou muito feliz de ter funcionado e cativado as pessoas.

    A Veloso o que tenho a dizer é que o lapis ou caneta ja estao em açao... E a mente rica de ideias, kkkk

    Ola Deia,
    Eu andei vsitando o blog de Saozita e adorei e la eu vi um comento de Veloso dizendo que voce irma dele? Fiquei muito curiosa, rsrsr

    E' realmente emocionante o que tenho vivido depois de publicar este conto! Felicidade por ter atingido a ente de tanas pessoas inteligentes e sabias!

    Agradeço a todos pela presença aqui e espero de continuarmos a interagir, pois gsotaria muito!

    Um Grande Abraço a todos!

    ResponderExcluir
  14. Oi Aymée,

    De fato, cheguei aqui por meio do Blog do Veloso. O talento dele me conquistou desde o início.

    Sempre dou os parabéns a ele, enfim. Mas desta vez, vim para parabenizar você. Gostei muito dessa sua estorinha "Vida de bicho é difícil?"
    Com certeza vocês poderiam, sim, lançar livros infantis. Até eu que não sou mãe, me vi contando para os meus filhos...

    Beijos e parabéns!!

    ResponderExcluir
  15. Ola Ana Lucia,
    Queria te agradecer por suas palavras de incentivo. E obrigada por gostar da estoria!
    Sabe a cada comentario que lemos, eu e Veloso estamos muito felizes por observar que sao comentarios de grande apreciaçao!

    Seria maravilhoso para nos dois laçarmos livros infantis, pois seria para mim um sonho realizado e sei que seria o messmo para ele também!

    Sempre desejei produzir um livro com dois autores e este sonho esta começando a concretizar, por sermos persistentes e teimosos, rsrsrs
    Coisas de Capricornianos! Uma dupla de capricorniano vai longe, se Deus quizer é o que esperamos!
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  16. Aymée,

    Desejo, no caso, que esse sonho de vocês seja realizado. Mais ainda, que eu possa contar aos meus filhos, de fato...

    Beijos com carinho,

    ResponderExcluir
  17. À propósito,

    Amo a Itália e o seu idioma. E a neve, com certeza...

    Beijos,

    ResponderExcluir
  18. Tem um desafio pra vc aqui: http://etudoqueeusei.blogspot.com/2010/11/desafio-joguinho-pra-gente.html

    Eu achei legal e resolvi te indicar ^^
    Não se sinta na obrigação de responder. Mas é sempre bom ficar sabendo um pouquinho mais sobre nossos amigos blogueiros ^^
    bjo

    ResponderExcluir
  19. Li o seu comentário em meu blog e vim conferir o texto sobre o morceguinho, e simplesmente achei fantástico.

    Ele me fez refletir profundo sobre muitas coisas, por que esse morceguinho é "humano" demais. Rsrs.

    As ilustraçoes também ficaram ótimas, quem as fez tem muito talento.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  20. Vocês formaram uma dupla sensacional, isso eu garanto.

    Quando lancei minha crônica "Tropa de Elite...", foi para incendiar uma discussão sobre o que e como nossas crianças estão vendo na web, na tv, na vida real, e, principalmente, qual nossa participação nisso tudo.

    Existe uma omissão muito grande dos pais, responsáveis e educadores, na formação dos valores dessas crianças.

    Não condeno as histórias infantis, Aymée, muito pelo contrário, pois elas são ótimas para se mostrar o que é certo e o que é errado. Mas, condeno a forma como apresentamos essas coisas para nossas crianças.

    Seu conto está fantástico, e, pra te ser honesto, estou ansioso pela continuação que você me comentou.

    O erro maior, o pecado, está naquele que lê a história para a criança e que não sabe explicar, ou acaba insuflando o desenvolvimento de preconceitos nas crianças. mas aquele que escreve, est';a correto no que faz. Logicamente, os contos mais modernos poderiam ter um certo bom senso quanto à classificação etária. Já no tocante à web e à TV... bom... isso dá pano prá manga...

    Adorei... amei o conto. E, aliás, o blog do Veloso é minha perdição. Cada vez que chego lá, tenho dificuldades para sair... rsrs.

    Adoro seu blog também. E me identifico muito com seu jeito de compor.

    Abraços, Aymée.

    Marcio

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar... A sua opinião, para mim, é muito gratificante.