Os InVerSos dEnTROoo De MiM!

Seja Bem Vindo em Meu Blog!
Desejo Muito que Possa Apreciá-lo. São Textos e Poemas Escritos Por Mim.
Eu Gosto Muito de Escrever... Na Verdade, Eu Amo Escrever.



quarta-feira, 17 de julho de 2013

Reger o Medo, Este é o Segredo.

Sem apego, sem medo. 
Preciso descobrir este segredo.

Quanta gente vivendo com medo de enfrentar o que, realmente, deveria ou poderia estar vivendo?
São milhares e milhares que, a cada dia, crescem sem direção sem conseguir chegar um pouco em alto, realizando alguns de seus desejos.
São milhares e milhares que chegam em algum lugar com esforço e empurrão, para depois, perder o que achou que lhe pertencia, caindo em depressão e pior ainda, desejando se explodir, do alto, como um balão.
Pessoas que se matam e antes, ainda matam os filhos, pensando que eles não seriam capazes de enfrentar o medo, do mesmo modo que eles não conseguiram. Quer morrer? Vai sozinho. Deixa o outro viver, para aprender que igual à você ele não quer ser.

Não é fácil enfrentar o medo, não, não é fácil. Ele te domina, ele te coloca no chão se você deixar, para que ele se torne corajoso e cruel com você mesmo... vive dentro de você e até parece que se enraíza, de tanto que te faz parar de sentir outros sentimentos, aqueles que te fazem um grande bem. Cada um, desaparece, e não vem nem se lhe oferece um vintém. Todo os outros bons sentimentos se escondem, não tem como encontrar a tal felicidade, se continuar dominando este bruto medo, cheio de vaidade.
O medo parece um político corrupto dentro de você, e consegue encontrar aliados para ajudar na sua campanha, chamada: destruição de mais um Ser. A maior aliada e amiga do medo é a ansiedade, te deixa perplexa com você mesma. Ela te engorda, te faz tremer o corpo, te faz se esconder da vida lá fora, pois, se abrir a porta, todos serão perigosos e podem te ferir, te destruir, te descobrir frágil e assim, a ansiedade ri de você e lança a sua enorme mão à mão do medo, dizendo: Dá-me cinco! 
Nenhum sentimento bom vai querer aparecer, se escondem... são frágeis, eles tem medo do Medo.

Em pensar que um País como Suíça, virou motivo de comentários sobre o modo evoluído e estranho de se pôr na questão Eutanásia. Na Suíça Alemã é permitido este tipo de prática, não é contra as leis do Pais. 
Eutanásia: suicídio assistido para doentes em estado terminal, morte boa, morte voluntária, morte sem sofrimento, morte instantânea, uma doce morte.
E pelo visto, estão querendo muito mais morrer do que viver. Houve um caso que se mostrou diversificado, pois, o paciente conseguiu provar que estava em fase terminal e no final, se foi com a tal doce morte. Se foi, deixando este mundo, mas não estava em nenhuma fase terminal... estava convivendo com o medo e seus aliados: a raiva, a vergonha, a ira que o dominou. Era um Magistrado, Juiz de Direito, aquele que toma decisões importantes para outros, que governa a vida de pessoas errôneas, errou.
Falsificou seus documentos, de depressivo que poderia se curar, se transformou em uma doença sem cura e o País acreditou, a clínica tomou suas decisões e agiram perante às suas Leis que lhe permitem de agir assim. Tudo correto... ou será que fecharam os olhos, pois, era um estrangeiro que pagaria como deveria.

O medo não pode nos vencer, temos que seguir seus passos, como um diretor de filmes seguem, até o fim, a sua estória... aquela criada para chegar a um final lógico e semelhante a sonhos desejados. 
Devemos ser o regista desta estória e não o medo. Quanto ao medo, precisamos aprender a ter desapego, não podemos dar nenhum papel para representar dentro de nossas vidas, deixa ele ir embora ou jogue ele para fora, é raiz maligna e em vez de procurarmos um modo de morrer doce, faça com que ele morra nesta morte assistida por você, veja este medo na sua vida desaparecer, com esta  morte doce só para te deixar viver.
Assim, a gente aprende que reger o medo é o segredo para amar você mesmo, sem medo.


Autora: Aymée Campos Lucas


4 comentários:

  1. Eutanásia no medo, antes que vire pânico...
    Beijos, menina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      Verdade, crise de pânico... Nunca vi de perto uma pessoa em crise, mas imagino como é, pois, pude ver em filmes.
      Se todos nós fossemos corajosos, seria melhor, mas enfrentar a vida, muitas vezes, é dura.
      Um abraço.

      Excluir
  2. O medo é uma das sensações que nos acompanha desde que adquirimos consciência, ou talvez até mesmo antes disso, já que também existe o medo irracional!
    E, apesar de tão longa convivência, ainda temos imensa dificuldade em lidar com ele...
    Levante o braço quem nunca em sua vida foi dominado pelo medo!

    Que bom te ver de novo, sem medo de ousar, abordando temas tão difíceis quanto este!
    No teu caso, a ousadia supera o medo!
    Bjs, Aimée!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre fui muito medrosa, me lembro que, ainda muito pequena, me escondia debaixo de cama, para não ver pessoas que vinham em minha casa para me visitar... quando não escondia, era porque corria ara casa de minha avó, ali, eu me sentia muito segura.

      O problema é que, em vez de minha mãe me tirar, de toda a maneira, este medo, me fazendo enfrentar, ela desistia e cobria este meu erro, fazendo meus agrados, resolvendo o que eu não resolvia, e sofro consequências, por isto.

      Ousada... ter coragem de falar para o Mundo, isto é ser mesmo ousada, e ainda mais, desejando ser mesmo reconhecida, mas tudo isto é porque escrevo dentro de casa. Não sei até onde a minha ousadia iria, se tivesse que colocar o pé fora de casa, esta é a realidade.

      "Medrosa, sempre!" Este é o lema, e não o tema.
      Beijos

      Excluir

Obrigada por comentar... A sua opinião, para mim, é muito gratificante.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...