Os InVerSos dEnTROoo De MiM!

Seja Bem Vindo em Meu Blog!
Desejo Muito que Possa Apreciá-lo. São Textos e Poemas Escritos Por Mim.
Eu Gosto Muito de Escrever... Na Verdade, Eu Amo Escrever.



sábado, 21 de maio de 2011

Aventura de Louco...Todo Mundo Quer um Pouco!... XX

Onde Nasce uma Paixão!

Não tive oportunidade de falar mais nada, pois no mesmo instante que ele falou, minha irmã entrou e me abraçou sem fim! Ela sabia o quanto estava triste... Minha irmã me conhece como ninguém!
Pecado que nossa mãe Helena não pode estar conosco neste momento de felicidade que uma de suas filhas estava vivendo ao extremo!
Choramos juntas por toda a sua felicidade e porque ela também sabia que sem mim não seria a mesma coisa. Nada seria igual e ela teria que ser muito forte para aceitar mudanças onde o amor reinava!

E assim a estória continua...
Reconstruir... Reconstruir...
Existe uma chave segreda para ter uma vida bela como uma seda?
Não existe. E' como uma Teia... Creia!

Estou voltando para o sitio dentro do carro com Júnior... Ele esta guiando, estamos a sós. Minha irmã e Lucas resolveram voltar para o sitio a cavalo. Decidiram assim, para não deixá-lo ali na casa de Cornélia.
O silêncio domina dentro do carro e eu sei porque... Magoei esta pessoa em que tenho tanto afeto.
Muitas vezes a pensar, vejo o quanto posso estar errada em tantos modos de agir. Geralmente tenho comportamentos que são governados por impulsos de um ser impetuoso, incapaz de enxergar o que possa ter diante de mim. 
Diante de mim havia uma pessoa e não um objeto qualquer, em que eu pudesse quebrar, destruir. Era uma pessoa em que penso de amar e se cria feridas agindo sem pensar... Se quebra o elo e depois como fazer para restaurar?
Quantas pessoas são iguais a mim? Quantas agem sem pensar, criando atritos, muros de concretos entre duas pessoas? Este muro não deveria estar nos dividindo, ele deveria servir de apoio para um quente prazer, mas muitas vezes somos criadores de confusão, esta é a verdade. Não conseguimos nunca estarmos serenos a aproveitar da vida somente prazeres. Parece que faz falta ferir alguém... Será que é assim?
Reconstruir buscando novamente uma união, não é fácil. Não tem como colar sentimentos do mesmo modo que se cola a alça de uma xícara de chá ou uma figura no caderno quando erramos um texto de escola, colando para tampar este erro... E no final, aumenta a pontuação quando o professor ao ver o seu criativo trabalho, acha lindo você ter se dedicado tanto por ele. Que ironia! Um desastre que ao reconstruir te leva a glória!
Mas com a vida não é assim... Aparentemente pode até nascer uma bela reconciliação, quente cheia de prazer, mas por detrás está a ferida, já nasceu e fica ali em memória e como se faz para colar sentimentos?
Com o passar do tempo olhando para nós, estaremos cheios de sentimento perdidos. O que podemos ver, seria uma vida cheia de reparos, reformas com pedaços de sentimentos, como se estivéssemos fazendo uma gambiarra, tampando buracos como se faz em reformas de uma casa. Esses buracos são tampados com algumas palavras daqui, outras dali e pronto... resolvido! 
Fragmentos de sentimentos: Desculpe, não faço mais... Eu sinto muito!... Eu não queria agir assim... Eu estava nervosa!... Você não conseguiu me entender...
E assim entra a palavra pouco em cada coisa que falamos: havia um pouco de incompreensão da minha parte, um pouco de mágoa, um pouco de dor... Agora para reconstruir te dou um pouco de carinho, um pouco de sorriso, um pouco de calor, um pouco de alegria...
"Não se resolve deste modo. Preciso aprender, porque não é certo doar e depois ferir. Mas como posso não expressar raiva, quando algo não vai bem? Acho que falei a palavra justa... Expressar é muito diferente de magoar. Esta é a verdade, devo aprender a controlar a minha raiva e não expor ao ponto de magoar alguém.
Eu estou aprendendo por observar não só a minha vida e sim de outras pessoas. Eu quero aprender."


Vivi uma história de amor que durou quatro anos de minha vida e quando descobri que o amava me sentia feliz ao seu lado. Foram quatro anos de minha vida, mas na verdade sentia ter nascido para estar com ele, era assim que eu pensava. Pensava que seria eterno. Precisei me reconstruir, para descobrir que ninguém nasceu para ninguém, que amores tem fim, mas a força de um amor nos faz pensar ao contrário.
A tal alma gêmea, todos dizem que existe...
Quantas vezes encontramos pessoas em nosso caminhos que temos tanta afinidade e depois se vão para construir novas realizações, onde não podemos mais participar. No caminhar da vida existem tantas pessoas em que dividimos coisas... Serão elas também almas gêmeas?
Na verdade o que seria uma alma gêmea? Seria o oposto de você ou o igual? 
E' aquela que une a você para te doar o que você jamais seria, ou ao contrario, sendo igual ao seu modo de agir e pensar? 
Mesmo não havendo respostas, posso dizer o que eu sei...  Não existe segurança em um relacionamento... Vivemos para criar uma teia. Cada vez tudo se complica, fazendo a teia se perder ao longo do tempo, parecendo um labirinto. 
Não existe segurança que esta alma gêmea, possa existir para sempre em nossas vidas. Do mesmo modo que um amigo se vai, um amor também se modifica. Na verdade acho que existem várias almas gêmeas.
O amor se modifica tanto, ao ponto do casal se cansar, mas algumas vezes nenhum dos dois tem a coragem de assumir e ir embora, depois de um elo quebrado. Sei que é difícil um elo se quebrar ao inicio de um relacionamento... Se ele se quebra, é porque nunca existiu sentimento forte no início.
Quando alguns casais que viveram juntos ao longo do tempo, conseguem tomar decisões de rompimento, poderá ser depois de tantas reflexões e vão embora deixando o outro em pedaços como eu fiquei... Naquele tempo, eu achava que seria impossível amar outra pessoa igual eu amei um dia. Gostava do seu cheiro, gostava da sua coragem, do seu sorriso... De tudo! Estava sozinha mas parecia que ele ainda estava ao meu lado, não conseguia ter a certeza que ele não existia mais em minha vida, mas ele se foi... Agora vejo que é assim. 
Foi preciso tempo de solidão, momentos de reflexões para perceber o quanto uma pessoa a quem consideramos nossa alma gêmea, seja capaz de caminhar na nossa frente, ao encontrar um novo caminho, onde você não poderá fazer mais parte. Porque ela foi capaz de seguir sem você? Dizem que é porque o amor acabou. Amor acaba ou ele nunca existiu? Sim... Um amor tem fim.
Minha mãe Helena sempre me ensinava, mas eu não escutava... Foi preciso viver para entender. Depois de tudo que uma pessoa passa ao perder um alguém, toda aquela dor, surge a esperança... 
Aquela doce esperança que com o tempo, vai ficando salgada ou azeda ou mesmo podre ao ponto de olharmos ao espelho e conseguirmos enxergar o quanto a tal esperança está nos fazendo mal. 
O espelho reflete uma imagem feia de si... Uma imagem de uma pessoa magra, desfigurada, sem um sorriso no rosto, sem desejos de reagir, uma imagem que sofre e está destruída por algo que não te pertence mais da tempo, mas continuamos ali esperando.
Tem pessoas que conseguem enxergar e ter reações rápidas e contrárias com tudo isto, outras jamais enxergam por não querer e outras devagar vão conseguindo ver o quanto errou em esperar.
Esta esperança é o mesmo que estar em cima de um muro em um longo momento que nos fechamos para o mundo, procurando respostas que parecem que não existem, mas elas já existiram da tempo, creia.
O retorno ao sitio é longo e o silêncio parece não ter fim porque sou orgulhosa, e mesmo vendo meus erros continuo a esperar que ele fale...
Outra vez surge a tal esperança. São tantos modos de esperar...
Existem momentos que ao esperar, a pessoa não escuta, não consegue atuar em nada, não se concentra. Se uma pessoa fala com você qualquer assunto para te distrair é em vão, porque a gente consegue criar círculos para chegar ao assunto que nos estimula... Ele ou ela. 
Sempre será gratificante poder relembrar e falar porque mantém as esperanças: O que está fazendo sem mim? Porque me deixou? E o cúmulo do absurdo, é quando chegamos a pensar ao ponto de falar: O que eu fiz de errado? Muitas vezes colocamos a culpa em nós, é impressionante! O outro nos deixa, foi o outro que se desligou, quebrando o elo por haver seus motivos, por não te amar, mas o ser que sofre, continua a imaginar que a culpa é dele... Onde eu errei?
Se foi! Simplesmente porque o outro não vê razão de estar com você se não te ama mais.
Verdadeiramente não é fácil viver sentindo esta dor...
Quantos que ao vivê-la chegam a sentir necessidade de desaparecer se suicidando... Não conseguem ver razão de continuar a viver. São pessoas fracas que não se autoanalisam, não conseguem se estruturar sozinhos, não se entendem.
Não é fácil sentir esta dor... 
Pessoas te olham por compaixão, sentem pena porque não podem fazer nada para ajudar. O ser não escuta, não enxerga, não quer falar e ao pensar, bem no fundo de sua imaginação ele vê o passado, onde foi feliz como ninguém querendo ele de volta. Imaginações de esperança por alguém que não te quis mais... Deveria odiá-lo ou desprezá-lo, mas não consegue, vive só a recordar.
Tem pessoas que quer voltar atrás em sua vida, para reviver um só momento que um dia lhe deu alegria ao viver, paralisando o presente. O tempo não volta atrás... O certo é sentir desejos, mas desejos em direção a um futuro querendo ver uma nova alegria surgir. 
E' certo sofrer por alguém que um dia demos grande valor, mas com o passar do tempo, temos que aprender a nos governar e olhar o presente. Se uma pessoa consegue estar de olhos abertos ao presente, jamais vai se lamentar de coisas que se foi, ou que perdeu no passado. Seus olhos estarão atentos a sinais que uma luz dentro de nós conseguira mostrar. Se alguém me perguntar o que é perder alguém, eu saberia dizer nos mínimos detalhes, mas é inútil estar a recordar e esperar... Então resumiria em poucas palavras: "E' o mesmo que viver um luto."
Devemos dar graças a Deus quando a esperança vai embora. Que alívio quando ela se vai! O mundo começa a ter cor, beleza novamente. O silêncio que antes te fazia mal, agora te da paz.
Depois ao olhar em frente existem estradas múltiplas e você deverá escolher aquela que agrada, aquela que você pensa que te fará sentir mais completa... Aquela em que você novamente vai encontrar a sua alma gêmea, para te dar conforto e alegria em momentos vividos com este ser, que será parte de você.
Qual é o caminho melhor para escolher? Como descobrir quem é a minha alma gémea se eu nem sei bem o que é uma alma gémea?
Alma gêmea? Isto realmente existe?
Então eu fico aqui neste carro a pensar coisas inexplicável para tantas pessoas, mas que para mim já tem um senso.


Dentro deste carro estou vivendo um silêncio profundo ao lado de Júnior, porque esta pessoa que penso de ser a minha alma gémea não fala! Eu estou aqui a esperar, mas vejo que vou ter de quebrar este gelo. 
"Eu já não estou aguentando todo este silêncio, não quero ver a paisagem, não quero pensar mais sobre esperança, abandono, muro de concreto... Eu quero quebrar este muro porque eu vim para esta viagem para me divertir e não ficar brigando e procurando descobrir quem poderia ser a minha alma gêmea. Eu acho que já fiz a minha escolha...  
Cornélia viu minha felicidade, viu que eu poderei estar com o irmão dela, mas não pensou por nem um minuto se eu queria realmente isto. Ela não pode entender o que venho sentindo... Os meus caminhos estão embaralhados! De um lado uma pessoa que já havia me tocado e do outro um homem que demonstra que está decidido em me conquistar. Isto me da uma sensação de ser desejada e me faz querer experimentar, mas o tempo aqui é meu inimigo e não sinto vontade de magoar quem me quer bem.
Eu queria que fosse Júnior a fazer coisas para me entender, porque foi Júnior que me tocou, que me amou, então eu quero que ele também me entenda. Será que eu vou precisar trocar de pessoa para me sentir feliz? Acho que preciso é de reconstruir e construir o que ainda não exista, mas também preciso saber se o que sinto é tão forte para desejar tudo isto.
Estou aqui esperando que este silêncio se quebrar, quando ao improviso eu possa sentir aquele seu respiro profundo, ao qual que ele faz quando esta ao meu lado. 
Uma vez ele me falou que quando respira assim é como se quisesse dizer o quanto sente minha falta quando estou longe dele... Ele nem precisaria falar, bastava respirar assim que eu faria o resto. Não sei o quanto o feri, para saber quando ele vai respirar."
Eu já o conheço muito e sei o quanto Júnior é paciente... Ele muito paciente. Quando o olho eu vejo em seu rosto um sorriso ferido como se estivesse me esperando acalmar. Eu sei que quando ele falar comigo será totalmente calmo, nenhuma agressividade, nenhuma demonstração de raiva por mim.
Ele parece saber como seria o meu comportamento se ele não soubesse esperar a minha raiva passar. Eu disse que ele não era capaz de me entender, mas não é verdade... Ele sabe como lidar comigo em certos momentos e isto significa que que já me conhece. E' um homem esperto, inteligente e muito paciente... São qualidades apreciáveis para mim.
Sei que para ele me conhecer ao profundo requer tempo, mas de certo já me conhece e sabe que com os meus caprichos ele não deve interferir. Sei que quando iniciar a falar, será quando eu estiver pronta a escutar e falar calmamente, com carinho, sem insinuações maldosas que sempre uso quando estou nervosa.
"Eu já estou calma e ele ainda não percebeu. Por todo o tempo dentro deste carro, estive com pensamentos fúnebres, analisando mentes de pessoas que nem conheço e revivendo uma historia que para mim já não faz sentido. Eu me rendo, vou falar! Mas o que falar? 
E' simples, lembra o que te ensinaram... Aquela coisa de falar do tempo, da viagem, do desejo de ver um macaco pela estrada, mas jamais recordar de seu erro. Esta decidido, eu vou fazer assim... Vou abrir um enorme sorriso e depois falar o que me vier em mente."
- Amor eu sou a sua alma gémea?
Pronto falei.
- Que pergunta estranha amor! Porque esta pensando nisto? Sabe que fiquei curioso com esta sua pergunta? Este assunto é bem interessante... Eu gostei, gostei muito! Já ouvi muita musicas que falam disto mas... Nunca imaginei que eu pudesse haver perto de mim, a minha alma gêmea.
Ele falou sorrindo de tal maneira que para mim foi contagiante. Neste instante ele parou o carro...
- Porque parou o carro?
Perguntei.
- Para poder te olhar... Amor eu estava com saudades de te olhar e depois queria falar sobre este assunto, olhando nos seus olhos.


E assim paramos o carro, descemos para sentir o ar daquele lugar, respirar vento novo com cheiro de fim de tarde e ele continuou a falar. Como eu estava gostando de ouvir a sua voz depois daquele longo silêncio.


- Me olha! Que saudades eu estava de você... Eu hoje não toquei em você por nem um minuto sequer, depois que entrei naquele carro com Lucas. Sentia agonia em saber que você estaria a cavalo com outra pessoa. 
- Mas você sempre me falou que não sente ciúmes. Então não era verdade.
- Eu pensei que não sentiria, mas estou sim sentindo ciúmes de quem eu amo! Não é um ciúme que me faria perder a cabeça, mas existe sim e por todo o tempo queria te ver mas quando cheguei lá...
- Psiu... Amor não fala deste assunto, eu não quero relembrar, porque fui estúpida. Só te peço desculpas. Sei que desculpas muitas vezes é usada para abafar questões que precisam ser resolvida, mas muitas vezes uma desculpa é simplesmente por ter um enorme carinho a quem magoou, como se fosse uma promessa de não repetir mais, porque eu te quero bem amor!
Ele sorriu fortemente, seu semblante havia aquele brilho que eu admirava tanto. Seu corpo estava quente e trêmulo, eu sentia seu coração palpitar como se estivesse escutando uma melodia, onde a bateria não parava por nem um segundo. Eu gosto deste homem, mas ainda não sei o quanto!
Saímos para caminhar, pois a paisagem era bela. Perto da estrada havia campos onde poderíamos caminhar um pouco. Comecei a pensar que todo aquele mato em forma de gramado, nos serviria a qualquer momento.


Júnior começou a me abraçar forte, a brincar comigo. Tudo se tornou diversão e carinho misturado com desejo. Não importa quem olhamos, importa quem nos toca!
- Agora o que você vai fazer para se livrar de mim? Você já me aprisionou, não tem como não te querer em minha vida. Quando penso que tudo isto terá um fim eu sinto raiva! Você é sim a minha alma gêmea!
- Amor...
- Diz amor! 
- Eu queria que tudo isto que estamos vivendo, tivesse continuidade. Você conseguiria manter um relacionamento à distancia? Será tão difícil!
 - Coisa mais linda da minha vida! Amor você é linda demais, eu não me canso de te olhar! Eu longe de você vou procurar toda e qualquer maneira para estar com você. Acredite em mim amor!
Olha para mim quando eu falo... Tenta ver o quanto estou sendo sincero com você, porque eu te quero ao meu lado. Eu não pude falar com você tudo isto, escrevi o que sentia, mas sei que uma carta não é igual quando se olha nos olhos. Eu não via a hora deste momento chegar e chegou no lugar mais certo e lindo que possa existir. 
Passamos horas ali em silêncio, estava preocupado querendo saber o que você estava pensando, queria te ver calma, queria falar com você, mas esperei e... Quando você resolveu falar parecia que tinha escolhido o lugar certo. Aqui é lindo olha só! Todo este verde igual aos seus olhos na verdade me excita muito. 
"O que ele quer dizer com isto? Porque tudo acaba em sexo? Homens... Falam, falam e no final o que querem é somente uma coisa... Mas desta vez eu também queria, pois passar um dia desta aventura sem ele me tocando era na verdade uma perda de tempo". 
Então ao nos beijarmos, nos tocarmos, começamos a modificar posições até o momento que nos encontrávamos lado a lado naquela relva, sem nem preocupar com os perigos que poderiam existir ali como uma cobra por exemplo. Uma, duas... Só queria beijos, beijos que me levariam à loucura do melhor prazer que possa existir!


- Quero te amar aqui... Me ama vai... Me ama!
Não possa falar agora, estou vivendo alguns minutos... ou horas de pausa .............................................................................. Tanta pausa!


O sol brilhava nos olhos dele, podia ver suas pupilas dilatadas e um alivio existente em meu corpo. Estava mesmo sentindo saudades de tocá-lo. Eu gosto de olhar seu rosto depois que faz amor. Seu rosto é sereno e seus olhos continuam a sorrir naquele silêncio, onde a respiração ainda é forte. Eu estava por cima dele dominando aquela situação da maneira que eu gosto. Meu coração ainda estava acelerado. Parecíamos dois animais que depois do sexo, não se soltam por tanto tempo! Ele me olhando me beijou novamente e falou:
- Que bom estar com você aqui sozinho, longe de todos... Só eu e você. Para mim esta sendo uma experiência que ainda não havia vivido. Na cachoeira tivemos momentos a sós, mas seu pé estava machucado, não poderia fazer folia!
- Amor eu também estou adorando. Queria poder continuar aqui por muito mais tempo, mas além de Leticia estar preocupada, tem também o perigo de algum animal perigoso aparecer. Na verdade estamos sendo impulsivos e despreocupados. Olhe só este lugar... Ele é lindo, mas com certeza é também perigoso.
Ele sorriu dizendo:
- Somos loucos! Você tem toda razão...
- Que barulho é este?
- Barulho? Amor acho que você esta se impressionando. Não tem barulho...
- Escuta! Tem sim, ai meu Deus o que é? Amor, vamos para o carro!
Quando falei Júnior no mesmo momento viu...
- Olha ali o que é! Estava nos olhando, safado!
E caiu na gargalhada...
- Onde? O que amor, não estou vendo!
- Ali, escondido atrás da árvore, ali, amor...


- Nossa, um macaco! Amor, que lindo ele nos olhando. Ele é estranho, mas ao mesmo tempo interessante. Será que ele viu a gente fazendo amor?
- Mais certo que sim, olha só a cara dele pedindo bis.
Neste momento quem sorriu foi eu, com o seu modo de pedir para continuarmos, então falei:
- Não senhor, vamos para o carro!
E fui me vestindo enquanto ele nu em minha frente, recolhia suas roupas que estavam espalhadas por toda parte.


Me beijou fazendo carinho em meu rosto e falou:
- Amor, amanhã bem cedo, estaremos vivendo uma de nossas maiores aventuras, entre todas que já vivemos aqui, tirando esta de hoje é claro.
Eu quero muito poder fazer esta viagem com você do meu lado sem sentir que você esteja triste ou com raiva de alguma coisa.
- Porque você esta falando isto agora?
- Porque eu quero dividir toda e qualquer alegria junto a você amor! Dizem que aquele lugar é lindo demais... Amor conheceremos a Chapada dos Guimarães, já imaginou? Não quero brigar com você por nada deste mundo... Olha para mim!
Havia abaixado a cabeça porque quando ele falou, eu imaginei que estaria dizendo tudo aquilo, porque ele sabia que Juliano estaria junto a nós, e provavelmente isto o preocupava.
Quando o olhei ele falou carinhosamente:
- Me desculpe por não ter entendido o quanto você ficou triste com a noticia de Lucas. Só depois de muito tempo a pensar, pude perceber a razão de sua tristeza... Vocês duas são muito unidas e Leticia te fará falta. Como fui idiota em não ver o que estava diante de meus olhos. Me desculpa amor! 
- Eu também não quero brigar com você... Eu me perco quando você não fala comigo. Eu fico pensando coisas sem sentidos.
Nos beijamos ainda naquele lugar maravilhoso e depois seguimos para o carro, com ele me levando a cavalinho, como fazia sempre!
Estávamos perto do sítio, alguns minutos chegaríamos. Foi um momento que eu não esperava ter vivido, mas foi um momento que sempre irei recordar porque foi único! Muitas vezes o não programado é melhor do que se possa imaginar!

Autora: Aymée Campos Lucas
 Capitulo XX - Primeira parte
Aventura de Louco... Todo Mundo quer um Pouco.
Capitulo 20 - Primeira parte

Todos os direitos reservados 
 

Elenco musical deste capitulo:
Biagio Antonacci - Il Cielo Ha una Porta Sola
Bigio antonacci - Noi Non Ci Facciamo Compagnia
Mat Kearney -  Breathe Out
Biagio Antonacci - Se è Vero Che Ci Sei
Lorenzo Jovanotti - Dove Ho Visto Te
Ozzy Osbourne - Dreamer 
Foi preciso retirar as músicas do meu blog, pois, o programa 4 shared estava causando problemas.



Para quem desejar ler o inicio do meu livro, este é o Link:

A segunda parte deste capítulo vai ser preciso dar continuidade em uma outra página. Está pronto mas ainda irei redigir. Enquanto isto aproveitem o máximo este início, porque Olivia viveu momentos a sós e criou um belo monologo! 

 
7 de Maio de 2011 meu Blog Os InVerSos dEnTROoo de MiM fez 1ano... Não comemorei porque confesso que nem estava atenta a isto. Mas então aqui neste post eu digo ao meu Blog Feliz aniversário! 
Muito obrigada por você existir! Você é grande para mim!



10 comentários:

  1. O que dizer Aymée tudo lindo e muito bem escrito como sempre, e a trilha sonora sempre muito bem escolhida também, e feliz aniversário pro blog também linda, um beijão Aymée.

    ResponderExcluir
  2. Primeiramente.... FELIZ NIVER DE BLOG.. Querida Aymée!!!!

    Maio é o nosso mês ( vou tentar não esquecer nunkinha ) mas o macaco já viu né!! Vuado... rss

    Quanto a estória ficou muito quente pra esquentar o inverno por aqui... apimentou a relação e a coisa pegou fogo.
    Só fiquei com dó do macaquinho com cara de tacho esperando encontrar uma macaquinha pra ele... hehehehehe

    Valeu menina, a estória tá tomando proporções de best seller... sério!! Vai fazer mó sucesso.

    Beijo
    Tatto

    ResponderExcluir
  3. Lindooooo!!!!!!!! Parabéns pelo niver do blog!!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Aymée, belo trabalho!
    Profundas reflexões da Olívia. Alguma influência da autora, que já declarou algo assim como "não se importar em manter laços com o passado, para poder viver melhor o presente", ou coisa parecida...
    Veja essa:
    "Devemos dar graças a Deus quando a esperança vai embora. Que alivio quando ela se vai! O mundo começa a ter cor, beleza novamente. O silêncio que antes te fazia mal, agora te dá paz."
    Isto significa o alívio pela definição de que tudo acabou, papo encerrado, e agora estamos livres para começar outra coisa, não é?
    Veja se a minha análise não está correta...
    Olívia no divã! Hehehehe!
    Muito bom o monólogo...sobre o amasso, o macaquinho pode comentar melhor, porque viu tudo de camarote, né?
    Kkkkk!
    Abraços!
    E parabéns (atrasado) pelo aniversário do blog!

    ResponderExcluir
  5. Ola aos amigos que seguem atentamente o meu livro.
    Obrigada Dj pelos elogios de sempre. Que bom que gostou das musicas. Em pensar que sempre quando coloco uma musica eu pense: Sera que Dj vai gostar? rsrsrs

    Xipan,
    Sempre que coloco um macaco na estoria, é para chamar a sua atençao, como se quizesse dizer: O Xipan esta sempre aqui nesta estoria e justo nas hors mais quentes... Nao perde uma! rsrsrs
    Quanto aos aniversariantes de Maio, além de voce, encontrei dois grandes amigos, que sigo desde o inicio de meu trabalho, aniversariando também em Maio, entao ao ver eu tive de anunciar o meu. E Viva aos Maiorenes, rsrsrs

    Tici,
    Obrigada por ter gostado. Volte sempre que sentir vontade, mas deixe sempre o seu recado, porque eu gosto muito!
    Beijos grandes

    ResponderExcluir
  6. Leonel,
    Eu sempre digo que Olivia tem muito de mim, porque na verdade eu sou a Olivia,kkkk. Só que escrevendo eu exagero um pouco na fantasia, rsrs, só mesmo o macaco para saber, rsrs

    Quanto ao pequeno texto escolhido por você, digo sim... A sua interpretação foi exacta.
    Para mim quando se fala de esperança, ela tem de ser voltada para o que esta vivendo procurando conquistar algo para um futuro e nao viver esperanças por algo que perdeu e que foi claro que foi dolorido ao perder.

    No texto eu descrevi que perder um amor, por decisões de um que quis ir embora, estando ainda vivo mas seguindo uma nova vida sem você, é o mesmo que viver um luto. E quem vive um luto, nao pode esperar que o defunto acorde e volte para você, morreu nao?
    Esperar muitas vezes é sonhar... mas não devemos sonhar coisas do passado que te fez mal. Devemos sonhar por algo, onde estando no presente, te dará algo de bom em um breve ou longo futuro.
    Tem coisas no passado que a gente espera, mas nao porque é realmente passado e sim porque fez parte de sua vida no passado e faz parte ainda de sua vida no presente em uma forma de saudade.
    Te dou um exemplo: Eu e minha família... Eles são parte de um passado que ainda estão presente firme e forte, mas a distancia trouxe uma saudade cheia de esperança de um dia nos encontrarmos. Isto para mim é uma esperança saudável. Esta esperança nunca deve morrer, mas esperar algo que nao te pertence mais, é o mesmo que levantar um morto e dizer volte para mim!
    Não devemos fazer assim.

    Quando falo assim, eu falo de um passado onde você viveu, e nao como você(a pessoa Leonel) faz, que é ler sobre outras vidas que já viveram aqui da tempo te trazendo curiosidade e admiração de alguma forma. Isto é estudar a historia, por gostar muito, isto também é saudável e ajuda muito ao seu cérebro pois o mantém aceso rsrs

    Um grande abraço Leonel e muito obrigada por ter gostado do texto.

    Você viu o Xipan dizendo que o livro esta tomando uma direçao gloriosa? Um Best Sellers, nossa! rsrsrs Xipan olha que eu acredito hem? rsrs

    ResponderExcluir
  7. Aymeé,

    Provavelmente vou repetir-me... mas ler vc é um doce fascinio!!!

    Beijos!
    AL

    ResponderExcluir
  8. Aymée.. Querida talianinha, tô com saudades de ti... rss
    Ó!! Me passa uma idéia sobre a capa do livro, to trabalhando nisso mas queria um direcionamento com sua idéia de como quer... please me envia !! rss

    Deusssssssssssssssssssssskiajude
    Beijo
    Tatto

    ResponderExcluir
  9. Ola Xipan,
    Que bom que oce apareceu.
    Eu vou pensar aqui, te respondo depois...
    Nesta semana nao tive tempo para estar constantemente no pc, sempre fim de mês para mim é assim, rsrsrs
    Estou com saudades de você também.
    Estou com uma linda ideia que quero mostrar para você, caso queira aproveita-la porque o livro nao me da tempo para criar isto, mas acho que você vai gostar muito... Só quero que quando você produzir diga que foi criação minha, rsrsrs
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Bom, as coisas estão esquentando por aqui hein. Acho que toda pessoa deveria passar por uma experiência desta. É o que dá sentido a vida. Outras nos fazem desacreditar totalmente nela.
    Lidando com o inventario do meu pai, e vejo que o dinheiro muda e corrompe até as pessoas que a gente mais ama, as que menos espera, sabe. Isso me entristeceu e eu fiquei distante. Parece que só eu sinto a morte do meu pai, os outros estão focados em grana. Em bens, em herança e isso me dá nojo.
    Parabéns pelo blog. Pelo livro. Que está contagiante, cada postagem, detalhes novos que nos prendem. Parabéns mesmo.
    Um ótimo fim de semana pra ti querida. Bjs da Joii.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar... A sua opinião, para mim, é muito gratificante.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...