Os InVerSos dEnTROoo De MiM!

Seja Bem Vindo em Meu Blog!
Desejo Muito que Possa Apreciá-lo. São Textos e Poemas Escritos Por Mim.
Eu Gosto Muito de Escrever... Na Verdade, Eu Amo Escrever.



terça-feira, 30 de agosto de 2011

Bate Papo sem Nexo de um Casal Querendo Sexo. Introdução

Introdução
 

Passa Tempo... Tempo Passa...
Eu Escrevo, Antes que os Pensamentos Virem Fumaça.
A mala é pronta!

Estado de confusão total, não sei mais o que é real. Quero ter dias tranquilos, mas meu corpo pede ação. Quero sentar e olhar o mundo em minha volta, mas a raiva que me domina só me faz fechar os olhos... Procuro dormir para esquecer o que não tenho e queria tanto ter.
Como é difícil desenvolver do jeito que se deseja... Quando penso que estou chegando em algum lugar, encontro um muro que me impede, me obrigando desviar. Ao olhar não é nada do que queria, nada do que por todo instante tento buscar.
Onde está você que não vem me buscar! O tempo passa e eu só quero você ao meu lado, não consigo te esquecer. Eu sei que o caminho é longo, mas você também me deseja, faz alguma coisa! Eu não vou atrás de você enquanto você não vier me conhecer...

Neste momento o telefone toca...
- Pronto...
- Que bom ouvir sua voz, estava sentindo falta desse seu modo dengoso de responder dizendo: pronto!
Estava com saudades. Eu estou pronto... Vai, fala mais.
- Olá, como vai você? Parece que você adivinhou, estava justamente pensando em você.
- Pensando em mim? Como é bom saber que pensa em mim... O que pensava?
- Estava escrevendo uma carta para você, não consigo ficar bem aqui sem você, eu quero te ver amor, eu quero viver ao seu lado.
- Tenha paciência, este dia vai chegar... Porque estou dizendo isto? A minha paciência não existe mais.
- Mas, não chega nunca! Ontem eu vi um filme que falava de um casal que se amava e foi preciso passar dez Invernos para que os dois estivessem juntos... Eu não consigo esperar dez Invernos e se isto tiver que acontecer você vai me esquecer Deddy!
- Eu posso esquecer de tudo deste mundo, mas de você não tem jeito porque você está aqui atacada no meu coração e se me olho no espelho eu vejo a sua imagem. Eu não aguento mais, quero e tenho de resolver tudo isto o mais rápido possível, vou te pegar e trazer para perto de mim e não adianta você dizer que agora não dá, porque não tem desculpa, eu fico aqui longe de você que tento melhorar de vida, mas a minha vida só melhora se existir você.
Que lindo isto! Pensei... 
- Amor, quanto tempo? Este buscar vai demorar quanto tempo?
- Você vai se assustar, porque não pode nem imaginar e inesperadamente estarei ai. Não vejo a hora de ver seu rosto extasiado. Diz para mim, como seria sua reação ao me ver?
- Eu não vou dizer porque não sei. Eu sei sim, mas... Não vou falar, quero que você possa ver e entender sozinho como estaria ao seu lado.
Amor, o que está fazendo, por ai, de novo? Me conte um pouco...
- Daqui a dois meses, mais ou menos, eu vou trocar de carro. Vou pegar o mesmo modelo, só que de um ano mais próximo.
- Tá vendo, você vai vivendo do seu modo e eu distante não posso participar. Vende o carro e vem para perto de mim em vez comprar outro. Depois você pensa nisto, agora, pensa em mim.
Droga, vocês homens não vivem o amor como nós mulheres vivemos.
Você sabia que cada vez que vou comprar algo para mim, compro também para você e meu armário já está cheio de roupas só para você, você pode chegar aqui sem malas, sem nada, que seu espaço já existe... E você está ai trocando o carro.
- Linda, este carro que vou pegar é... Eu quero que saiba que cada espaço dele, cada poltrona vazia, quem vai ocupar é você...
Pausa.... Pensei errado e falei:
- E quantas poltronas ainda estão vazias?
- Ai, ai, ai, já vem você com suas perguntas indiscretas e sem sentido... Não misturar o que não faz sentido porque senão te faço pergunta idiotas!
- E qual seria?
- Poderia te dizer... Dentro deste armário vai ter algo a mais escondido para que eu tenho que esmurrar?
- Nossa, que homem valente! E se eu disser que sua demora vai te fazer encontrar coisa que não te agrada?
- Tá vendo onde nossa conversa foi parar? Não quero que fale mais assim. Não gosto de relembrar o que me fez suar para te reconquistar.
- Você não me reconquistou, porque não deixei de ser sua. Você atingiu feio meu coração e ninguém conseguiu entrar. Não fale assim porque não foi assim...
- Papo furado! Você não soube esperar. Foi assim.
Mas eu não ligo não! Já fiz muito este papel do outro e sei que não dura muito, é só fricote para experimentar o novo, mas depois, ao pensar melhor e recordar, vai saber que o antigo era tudo que você desejava. 
Agora te pergunto: se eu não te quisesse mais, o que faria para que eu te notasse novamente? 
Como fazer para me notar, eu sei, eu sei muito bem o que eu faria... Agora e você? Eu queria saber como você faria para que eu te notasse?
- hahahaha
- Por que está rindo?
- Estou rindo para não chorar, não aguento mais falar, falar e não fazer. Esta distância... e também você sabe muito bem o que faria, você não resistiria, eu sei onde te atingir, eu sei!
- Que se fodas se tivesse outro... Sei de minhas qualidades, e sei que quando tenho algo, é grande! Se eu for ai e quiser ficar com você e tiver algo no armário, problema dele, porque eu quero, eu posso, eu consigo.
Estou indo te buscar para viver comigo, você aqui terá um negócio para cuidar. Eu estou pensando muito, mas para o melhor. Tenho o que preciso e quero construir mais, com você ao meu lado. Vou te buscar, porque se for esperar que venha...
Não sei porque neste momento me angustiei...

- Quero fugir deste assunto, ele me irrita... Fale de outra coisa. Fale de algo que me distraia... Fale do seu passado, eu gosto de ouvir..
- Uma vez, dirigi um tanque de guerra, era um M-43, tínhamos de ter noção caso fosse preciso e tive também aulas de pilotagem em helicópteros militares, sabe como é, caso o piloto e o co piloto morram no ar... Alguém tem que tentar fazer algo. Aprendi também a pilotar barco. No caso do barco, é melhor. É só colocar o colete e se jogar na água, já nos helicópteros não tem para quedas...
- Curioso isto, porque não?
- Um para quedas não abriria na altura que um helicóptero voa.
- Nossa que furo, nem lembrei disto!
- Mas tem colete salva vidas... Sobre a altura que ele voa, se der sorte de cair próximo a água...
- Estou ouvindo In My Life de Beatles, você gosta, amor?
- Eu toco esta musica no teclado, mas também toco pedra, cadeira, quero fazer você ver.
- Pedra e cadeira eu não quero ver.
- Pode deixar que a cadeira vai ser para outra coisa. Quantas cadeiras tem por ai? Quero fazer sexo em um trenzinho de cadeira, em cada vagão a gente dá uma parada especial, cada estação imaginária a gente dá uma descansada.
- Tem que vir logo, amor, eu estou ficando gordinha, você vai acabar não me querendo mais se demorar.
- Falta de sexo. Enquanto não chego procura pedalar, caminhar. Não sei porque eu não consigo engordar. Posso comer de tudo e a toda hora e ainda consigo emagrecer mais e mais. Eu sinto sua falta, acho que deve ser isto.
- Mas se é falta de sexo, porque deveria caminhar?
Nem responda e nem se irrite. Brincava... Está ficando muito tarde aqui, tenho que dormir. Não queria mas tenho.
- Conversamos em torno de quatro horas, sabia? Nossa, nem vi a hora passar!
Linda, gosto demais de falar com você, eu sinto vontade de te pegar, e morder e mais... aquilo que você sabe!
- Aquilo que você fala, que você quer, que eu quero...


30segundos e ele se calou... 
- Por que está em silêncio? Pensando em quê?
- Sexo,sexo, sexo, sexo e mais sexo... Eu estou bebendo para esquecer que não tenho você perto de mim...
- Eu não gosto de homens que bebem.
- Nem eu, só de mulheres.
E gargalhou...
- Engraçadinho! Nem brinque com isto!
- Eu não fico bêbado, eu só fico um pouco triste e outras vezes, até muito alegre, nada mais... Vem viver comigo logo, você vai gostar daqui, de minha família, eles são atenciosos te darão carinho também. Aqui somos unidos.
Escute isto: quando quiser um ombro, procure alguém e quando quiser um homem procure à mim. Aprendi isto com uma mulher.
- Então aprenda isto também: Eu quero os dois e agora, o que devo fazer, ter dois?
- Desde que não der para o outro, tudo bem.
- Mas eu quero os dois em um, você não seria capaz?
- Vem viver comigo, só te digo isto. Aqui é seu lugar, aqui eu posso te sustentar, cuidar de você... Estou pronto para te receber. Não deu ainda para entender que quero tentar viver contigo?
- Sim, eu entendi... Faz logo e pare de prometer. Quero muito te abraçar! Eu agora vou dormir, amanhã a gente se fala ou amanhã a gente se vê!

Autora: Aymée Campos Lucas
Bate Papo sem Nexo de um Casal Querendo Sexo
Introdução
Todos os direitos reservados

E aqui poderá encontrar todos os Capítulos de Bate Papo Sem Nexo de um Casal Querendo Sexo que já estão publicados:
Capítulos: 1 - 2 - 3


Bate Papo sem Nexo de um Casal Querendo Sexo... Estou iniciando novas ideias que provavelmente será o meu novo livro... Estou decidindo ainda... Em primeira mão estou mostrando a introdução. Por enquanto é um projeto que quero desenvolver, mas ainda não sei se darei continuidade... E' mais certo que sim, as ideias estão surgindo sem que eu procurasse, elas surgem e eu não posso fazer de conta que não estão existindo. Decidido... Será um romance.



8 comentários:

  1. Aymée... Tu pretendes criar? Já criou!!!

    - Um indelével confronto de seres sedentos... rs
    - Um verdadeiro grito de libertação.

    Bacana, gostei de ler.
    Deusssssskiajude
    Beijo
    Tatto

    ResponderExcluir
  2. rsrsrsrs Xipan voce acha que deveria continuar? Eu ainda estou em duvidas mas asseguro que na minha cabeça tem um monte de ideias para poder continuar...
    Vou terminar Aventura de Louco primeiro e depois vamos ver.
    Que bom que gostou. Queria mostrar o que a distancia pode provocar em seres que se desejam. Muitas vezes as pessoas se perdem por existir esta falta de contato, mas ao mesmo tempo quer mostrar tudo que sabe e tudo que te pertence para poder atrair, porque este é o unico modo de sentir ele perto da gente.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Aymée, eu acho que neste casal tem alguém querendo muito mais do que o outro...
    Realmente, os homens não vivenciam o amor da mesma forma que as mulheres...
    Vai sair um livro de crônicas, ou você pretende criar outro romance?
    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Eu me bagunço nesta coisas... O que é cronica, narrativa, romance, rsrs Eu so sei que todos os meus livros e contos em que escrevi, eu sempre estava la dentro da estoria... So uma vez que me lembro que ao escrever um conto sobre o Amigo Sabio foi que eu narrei sem estar ali. rsrs

    Hoje conversando com minha filha sobre isto ela me falou que ao estudar literatura aqui, ela aprendeu que uma cronica é quando a pessoa que viveu algo escreve e o tempo todo, descreve o que viveu e muitas vezes no meio do livro ela pensa e fala coisas que pensou. Minha filha disse que em uma cronica o narrador nunca sai de cena, e com Olivia esta sendo assim, ela fala da viagem dela o tempo todo e nunca sai de cena. Olivia nunca descreve algo onde ela nao estava.
    Minha filha disse também que um romance o narrador raramente esta na estoria, ele cria um cenario e anda por todos os lugares falando o que cada personagem esta fazendo. Dando uma sequencia sobre a estoria.
    Preciso entender sobre tudo isto, porque se algum dia alguém me entrevistar devo estar com as respostas na ponta da lingua, kkkkkkkk Afinal quero ser reconhecida e dar autografos, kkkkkkkkk

    E falando do texto, voce disse que alguém esta querendo mito mais que o outro, rsrs Quem é que esta querendo mais? rsrsrs
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Aymée.....

    Eu como um "expert" em liteiraituricas... digo!
    TU RECEBEU MEU E-MAIL ??... rsss
    Tem um surpresê por lá... vai lá ver!!

    Beijo
    Tatto

    ResponderExcluir
  6. olá minha querida!
    só vim aqui agradecer mais uma vez os comentários no meu blog... demorei um pouco pra responder pq eu estou realmente sem tempo pra comentar nos blogs que eu sigo.. minha vida ta mt corrida. é escola - cursinho - casa.
    eu quero ler o seu livro sim! já até salvei ele no meu pc.. mas vou ter que pedir um pouquinho de paciência pq agora eu preciso de mta dedicação aos estudos. sabe como é né... essa fase é complicada '-'
    mas agradeço de coração pelas suas palavras!
    que vc continue com esse pique e um chegue a publicar um livro um dia. torço mt por vc.
    mts bjs e se cuida!!

    ResponderExcluir
  7. Aymée sabe que existem muuuuuitas pessoas nesta mesma condição. Que se falam só por telefone, por e-mail, msn, orkut, skype, e ainda não se viram pessoalmente. A conversa tem de tudo. Sabem tudo um do outro. São o bom dia, o boa tarde, o boa noite do outro. Querem saber se está bem, se já comeu. Se conseguiu fazer o que queria se já acordou. Tem horário exato pra se ver na cam, almoçam "juntos" usando a cam e fazem outras coisitas mais usando a cam tbm kkk'(mesmo c risco q correm de suas imagens e vídeos caírem na net, acreditando na promessa de que o outro vem buscar tem muuuuuita gente q faz loooooooocuras rs).
    Enfim, é um relacionamento completo, dá pra acreditar, pra se apaixonar, pra qrer se ver o mais rápido possível. O que torna isso mais distante é a vida que cda um tem. Em primeiro momento falo de trabalho, obrigações, possíveis filhos de outro relacionamento, que acaba prendendo a pessoa no seu estado. Em segundo momento falo das coisas verdades não-ditas. Da possibilidade da pessoa ser casada, ter família, viver um relacionamento q não acredita mais e pensa em um dia terminar e ja ter outra história engatilhada. As vezes se fala tudo. As vezes nem tudo. As vezes se contam mentiras que ele não pode sustentar, como uma formação que não tem, um emprego que não tem, bens que não possui. Ter "matado" pessoas que estão vivas rs... tipo: hoje não falei c vc pq minha mãe morreu, e qndo ela for pra cidade dele a mãe tá lá viva, gorda e chata...kkk'
    Escolher ter um relacionamento a distância é um tiro no escuro. E aceitar deixar a segurança do seu mundo (trabalho, casa, família) por amor, é um caso a se pensar e muuuuuuuito antes de fazer, pq vc não sabe se esse "amore" todo vai sobreviver as mentiras, ou até as verdades não contadas.
    Nem preciso dizer que adorei né Aymée querida. Assunto amplo, dá muitas e muitas páginas, e muitos sorrisos da platéia.

    Um ótimo fim de semana pra ti querida, bjs da Joii.

    ResponderExcluir
  8. Aymée do Céu!
    vim de novo, agora não pra me justificar, rs... mas para comentar essa história (ou estória, como preferir, acontece que nunca sei como usar essa palavra, rs).
    Adorei cada linha! muito legal mesmo, sério. Você coloca uma pitada de humor que faz a trama ficar mais gostosa.

    Mas que fogo é esse desse homem ?! HAHA "Quantas cadeiras tem por ai? Quero fazer sexo em um trenhosinho de cadeira, em cada vagão a gente da uma parada especial, cada estação imaginária a gente da uma descansada." Muito bom!

    adorei essa parte aqui:
    "Escute isto: quando quiser um ombro procure alguém e quando quiser um homem procure à mim. Aprendi isto com uma mulher.
    - Então aprenda isto também: Eu quero os dois e agora o que devo fazer, ter dois?
    - Desde que não der para o outro, tudo bem." Fez-me refletir e rir ao mesmo tempo...
    Nunca tinha pensado dessa forma. O egoísmo as vezes me domina e eu não aceito que a pessoa que eu amo tenha um ombro amigo além do meu. Parece que tudo que a pessoa amada precisa ela deve encontrar em mim. Besteira a minha! Até parece que eu próprio as vezes não preciso de mais de um ombro amigo, além daquele que me aconchega.

    Olha, gostei muito mesmo! achei que você iria narrar a cena, mas aí seria proibido para menores e eu não poderia ler kkkkk... brincadeira.
    Beijão pra vc, querida. E boa sorte em tudo! ^^

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar... A sua opinião, para mim, é muito gratificante.