Os InVerSos dEnTROoo De MiM!

Seja Bem Vindo em Meu Blog!
Desejo Muito que Possa Apreciá-lo. São Textos e Poemas Escritos Por Mim.
Eu Gosto Muito de Escrever... Na Verdade, Eu Amo Escrever.



sexta-feira, 13 de agosto de 2010

SOLIDÃO!

Olhei tanto esta folha branca que minha mente ali estava!
Fez meus dedos tocarem o lápis que lentamente a riscava
Se movendo por ai, escrevendo , escrevendo...
E assim se fez um titulo se chamando:

  SOLIDÃO! 

Que paisagem linda!
Olha as árvores como balançam...
O vento é forte como um louco
Soprando em meu rosto triste
Trazendo ar para todo o meu sufoco!
Estou caminhando e chorando
Com a chuva que cai 
E suas gotas rolando se misturam
Entre as lágrimas que se confundem
Com toda a chuva que agora inunda
A minha pela seca, fria e moribunda!

Quem me dera pudesse haver
Você aqui em meus braços
Me beijando junto a essa chuva
E me abraçando forte como laços
Que não se desfazem jamais!
Assim sentiria o Sol tornando a brilhar
E minha felicidade viria a retirar
Esse choro que esta sempre comigo
A me sufocar mais parecendo um castigo!

O choro não deixa me sentir viva
Ele não me traz para perto de você 
Eu sinto... Eu sei
E até hoje me pergunto onde errei!
Porque neste mundo belo que vejo
O que eu mais queria era poder sentir
Sua pele, seu rosto ao me ouvir
Que sem você não sei sorrir
Sem você não sei viver
De tanto te querer!

Vem para perto de mim amor
Me doar o seu calor
Me sinto tão infeliz sem você
Existe um vazio e muita dor.
Eu queria por uns instantes
Poder olhar a natureza
Com olhos de quem vê 
Toda a sua beleza!

A chuva parou lentamente...
Aliviando minha tristeza 
Vejo o Sol tão longe agora
Formando brisa em toda esta flora
Trazendo gotas de orvalho sem fim!
Queria repousar em todo esse jardim,
Junto a você olhando para mim!

Não adianta desejar
O que a vida não poderá me dar
Você se foi eu sei
E tenho mais que aceitar!
Mas com esta tristeza vou viver
Por sempre querer reviver
Tudo que um dia você me doou
Dizendo que me amou!
Um amor com final, 
Um amor com limites, 
Esse amor frio e controlado
Mas que para mim era tão desejado!

Autora: Aymée Campos Lucas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar... A sua opinião, para mim, é muito gratificante.