Os InVerSos dEnTROoo De MiM!

Seja Bem Vindo em Meu Blog!
Desejo Muito que Possa Apreciá-lo. São Textos e Poemas Escritos Por Mim.
Eu Gosto Muito de Escrever... Na Verdade, Eu Amo Escrever.



quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Somente Para Quem Tem Dente!

Melancolia
Disritmia
Bulimia

Alegria
Euforia
Tudo termina com ia!

Eucaristia
Agonia
Caricia
Malícia

Eu sou apaixonada com palavras terminadas com ia!
Minhas filhas foi eu quem escolhi os nomes, mas sem pensar os nomes escolhidos de todas as duas, estavam ali a terminação ia. Flávia e Letícia... Que estranho ao pensar agora!
E se não fosse estes que escolhi seria Sofia, Patrícia, Marília, Felícia, e de algum modo tem o i e o a em alguma parte do nome.
Fascinação! Eu tenho fascinação. Acho que é isto!
Estes nomes para mim mostra algo singelo, algo que não sei explicar... Talvez o modo de pronunciar. A gente tem de prender a língua entre os dentes.  
Eu agora escrevendo sobre prender a língua entre os dentes fiquei imaginando um banguelo falar palavras com terminação ia, não teria dente para prender, vai na gengiva mesmo! 
E então com toda esta fascinação resolvi hoje , neste instante criar algumas rimas com esta terminação ia do inicio ao fim de meu poema. 

Advertência: Esse poema são para todas as idades, mas... 
Somente para quem tem dentes!


Eu Te Via... Eu Te Queria!

Ele me olhou... Sorria e dizia:

Você me traz tanta magia
Faz meu coração encher de energia
Quando te olho vem a tal alegria
Não sei porque toda esta euforia
Corpo treme todo dia!

E antes quando te via
Sem te conhecer eu já tremia
Você tinha um olhar de malícia
Me pedia carícia, era o que parecia...
Não resistia e não desistia
Queria você porque eu sabia
Que ao seu lado conseguiria
Ficar contente... E sua mão macia
Me adormeceria, me acalmaria
Ou ao contrario! Pois o que via
Pensando eu sorria...

Via uma mão cheia de teimosia
Querendo de mim uma noite de agonia
Extremamente quente e não fria
E meu sangue só de pensar já fervia
E foi por isto Sofia...
Que decidi que me aproximaria
Porque... Eu te via eu te queria!

Ele dizia e eu ria! Eu respondia...

Eu te vi em um dia
Você dentro daquela carroceria
Indo ao trabalho da ferrovia
Você comia uma fatia
De uma doce melancia
E quando olhei e te via
Era aquilo que eu queria
Parecia uma delicia
Naquele instante sede eu sentia
E sem coragem eu não pedia
Eu temia ...
Eu nunca imaginei, eu não sabia
Que era a mim que você queria
Quando me olhando me sorria!

Agora estarei feliz todo dia
Porque sei que você Matias
Gosta muito de melancia
E muito mais de mim que sofria
Em nunca ter vivido a fantasia
De ter um amor que alivia
Toda meu silêncio e apatia.
Vou poder sorrir com euforia
E só de pensar como poderia 
Ser ao beijar seus lábios de pele macia
Saiba que jamais te esqueceria!
Eu não te dizia
Mas eu também te queria
Quando te via... 

Autora: Aymée Campos Lucas


4 comentários:

  1. Obrigado pelo comentário e também
    por me seguir...

    Seu blog é lindo... a primeira vez que eu
    entrei fiquei a tarde inteira me nutrindo das
    palavras que aqui encontrei...
    tantas coisas que li... parecia que você estava
    que me definido... adorei...

    Em relação à tristeza... parece que nós sempre
    somos assim... tristes... muitos mais tristes do que alegres ou será o excesso de felicidade que nos faz tristes, não sei bem ao certo...
    ontem eu estava bem... ria, brincava e hoje estou sem vontade de viver...

    queria ter um amigo por perto, mas todos
    estão ocupados com seus problemas...
    queria falar com alguém...
    chorar, desabafar... sei la... mas com quem?

    ResponderExcluir
  2. Genial, genial
    Adorei o poema. Você brinca com as palavras.
    De onde saíram tantos 'ia'? 'haha

    Você passou mais de um dia
    Pra fazer esse poema que arrepia?
    E quando você fez, já sabia?
    que ia me causar alegria?

    Ah, tá bom. Não saiu legal como o seu, rs...
    Muito bom ^^

    ResponderExcluir
  3. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Oi Rodrigo, que legal que encontrei um que se divertiu com ele.
    Adorei seus versos, poderia ser um complemento pros meus, kkkkkkk
    Eu levei apenas alguns minutos, rsrsrs
    Sabe foi mais facil faze-lo do que posta-lo. Levei muito mais tempo postando do que fazendo.
    Se voce por exemplo me pedir agora para fazer um poema com rimas de algum assunto que voce quizer, eu sem perder tempo o crio em minutos.
    Vem assim com a maior naturalidade, e depois que faço nao mudo nem uma virgula.
    Legal te ver aqui dando um alo! Bjus

    ResponderExcluir
  4. Isso aí, fia,
    É poesia...

    Aymée, fiquei imaginando dedos inquietos percorrendo o teclado, dançando ao ritmo frenético de palavras em "ia" que se atropelavam na mente, ansiosas para serem imortalizadas na telinha de seu PC. Uma brincadeira deliciosa. Você leva jeito - se cuidar da metrificação, você descola alguns sonetos - ou pelo menos algumas quadras - com facilidade.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar... A sua opinião, para mim, é muito gratificante.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...