Os InVerSos dEnTROoo De MiM!

Seja Bem Vindo em Meu Blog!
Desejo Muito que Possa Apreciá-lo. São Textos e Poemas Escritos Por Mim.
Eu Gosto Muito de Escrever... Na Verdade, Eu Amo Escrever.



domingo, 30 de janeiro de 2011

Aventura de Louco...Todo Mundo Quer um Pouco!... VIII

Onde Nasce uma Paixão!

E me olhando, me beijou e eu deixei porque eu gosto dele e aquele aperto,  em meu corpo, me deixou nas nuvens. Tinha mais que desculpá-lo ao admitir que errou. Que sorriso lindo que me deu juntamente com seus olhos que brilhavam ao me olhar! 
Depois de tudo me fez cavalinho em seus ombros, querendo me fazer lembrar do nosso primeiro momento, querendo me dizer que seria impossível esquecer aquele início!
Que momento delicioso, nem poderia desejar algo melhor!



E assim, a estória continua...
 A Satisfação

 - Preto... eu prefiro o preto! Esta é a minha cor predileta!
Foi isto que ele falou, ao caminharmos para o armazém... Não consegui entender porque dizia aquilo, naquele momento. Pensava que ele iria me dizer que me adora, que estava feliz ao meu lado, que não queria mais que brigássemos, mas em vez, ele diz a palavra preto!
"Mas o que ele está querendo dizer com isto? Gosta de preto... Eu nem perguntei nada! E falou com um sorriso no rosto que eu não sabia o que responder"... 
Foi como se quisesse me dizer já da tempo isto e quando pode falar, se sentiu aliviado e muito contente de ter conseguido falar. Aquele meu silêncio, o impediu de falar algo que ele queria tanto me dizer... E eu ao olhar para ele, assim sem não entender nada e ainda demonstrando com o meu rosto, ele começa a gargalhar sem parar. E então gargalhando me diz:
- Que alívio, eu pude falar para você antes que você o comprasse! ... Desde quando você disse que iria comprar um biquíni, eu queria poder te dizer que gostava da cor preta, queria que você escolhesse o preto mas não poderia dizer, porque você nem me olhava mais!
E continuava a rir dizendo:
- Eu não via a hora de te dizer, estava já me apavorando, porque estávamos chegando aqui e eu sem coragem de falar com você... você estava muito distante e eu ali dentro do carro... Sem poder demonstrar o quanto gostaria de te ver vestida com ele! Eu adoro biquíni preto e você assim com a pele branca, ficaria lindo demais!
- Você levou a sério? Ficou mesmo pensando nisto, por todo tempo dentro do carro?
Falei de um modo ingênuo, mas dentro de mim havia uma satisfação em sentir suas palavras...
"Sabia que ele não se daria paz, quando disse que iria colocar um biquíni! Depois que me beijou eu esqueci o que tinha feito... Mas sabia, que com a briga que tivemos, não me colocar a mão quando eu estivesse de biquíni, seria para ele um drama... Saber que eu estaria naquela cachoeira de biquíni, o deixou foi tenso... 
Que satisfação, agora, que estou havendo, em saber que ele não teria sossego longe de mim!"
Pensei por instantes..
Eu sabia que aquela minha frase seria um desmoronar de sua agressividade, seria um aumentar de desejo misturado com ansiedade, um apavoramento em não poder estar do meu lado quando vestisse um biquíni... Eu sabia disso, e quando falei, eu falei mesmo com esta intenção de perturbá-lo, acabar com o seu sossego e consegui perfeitamente acertar o alvo!
Quando perguntei disfarçadamente a ele, como se não sentisse a vitória na pele, para que ele não percebesse o meu jogo, ele me sacode a cabeça confirmando que sim e então comecei a sorrir junto à ele de satisfação, em ver que aquele homem que me encanta tanto, estava realmente se apaixonando por mim. Então, respondi:
- Eu vou comprar um biquíni preto se encontrar... é lógico que eu compro! Você gosta, é?
- Sim... vou ficar louco! Você me deixa doido, sabia? Você é minha delícia!
Grudados um no outro e quase entrando no armazém eu falei:
- Nesta manhã, você se chateou porque eu queria esconder de minha irmã sobre nós dois estarmos juntos, e você não gostou. Agora, você havia feito o mesmo e eu senti o mesmo que você sentiu... me senti ferida!
- Eu sei, eu sei o que você sentiu... não faço mais!
E então me beijou ardentemente!
- Posso te pedir uma coisa? Não bebe pinga. Por favor, não beba porque não gosto do cheiro...
Falei toda carinhosa e ele responde:
- Não vou beber, podem me chamar do que quiserem, mas não vou beber!
 Entramos no armazém bem abraçados... 
O armazém era muito grande! Realmente tinha de tudo e... mesmo se tivesse a tal da felicidade para vender, eu não precisaria comprar, porque depois de hoje, em minha vida, a felicidade eu já tinha aos montes!
O que a vida estava me proporcionando, era maravilhoso demais...
Lucas já estava falando com Letícia lá dentro e ao entrarmos, nos aproximamos deles e assim, Lucas faz a apresentação para o casal do armazém. Quando fui me apresentar, dizendo o meu nome, aparece um macaco e dá um grito, berro, não sei dizer o que era aquilo, só sei que me apavorei... senti medo dele e agarrei Júnior escondendo o meu rosto... Letícia começou a rir e o seu Filipe disse de não me assustar, que o macaquinho não faria nada de mal... Disse que ele era dócil demais!


Quando nos sentamos em uma das mesas que tinha ali, como se fosse um restaurante, vem o macaco de novo e sobe na mesa. Lucas falava com ele, passando a mão na sua cabeça e eu comecei a imaginar que se ele subisse em mim o que eu poderia fazer? 
Eu não suportaria o pavor... Imaginei ali um macaco no meu ombro e eu dando banana para ele. Eu sei que isto seria impossível, mas não saía esta imaginação da minha cabeça!
Então pedi para Lucas de tirar ele dali...  Sentia muito medo!
- Por favor, tire ele daqui Lucas! 
Dizia apavorada!


Letícia ao contrario de mim já estava colocando a mão nele, dava amendoim que havia ali na mesa, colocava dentro da boca dele sem nenhum medo! Como pode ser tão diferente de mim?
- Olívia, não tenha medo! Não viu que o dono dele falou que ele é dócil? Olha que lindo quando a gente faz carinho nele... Vida, será como ele se chama? Você sabe? 
- Já me falaram mas eu esqueci... Seu Filipe... Qual é mesmo o nome dele?
Gritou Lucas lá da mesa, tentando falar com o dono.
- Este, se chama Kiko! O pessoal aqui fala Kiko boy, porque se deixar ele à vontade, parece gente! Ele é muito brincalhão! Kiko brinca mais do que o outro... o outro quase não vem perto das pessoas, gosta mais de ficar no galho do viveiro...
Ali tinha um enorme viveiro parecido com um daqueles do zoológico.
Eu querendo sair dali de perto do Kiko, chamei Letícia para ligar para a nossa mãe e assim fizemos... Eu estava com muitas saudades dela, não via a hora de ouvir a sua voz... enquanto Letícia fazia a ligação, perguntei a mulher de seu Filipe, se ali eu poderia encontrar biquínis e então, ela me levou até um local onde tinha muitos deles... E lá estava aquele que chamou a minha atenção em questão de segundos, ao olhar, pois, além de ser preto era também muito lindo! Estava completamente satisfeita com que havia encontrado.
Peguei para experimentar, quando Letícia me chama para falar com dona Helena, minha querida mãe!
Estava tudo tranquilo em nossa casa, minha mãe fez milhões de perguntas e quando respondi, ela disse que tinha uma novidade... me disse que o meu ex namorado, havia ligado, queria falar comigo, queria me pedir desculpas por tudo que fez... Minha mãe continuou dizendo que, ao saber que estava viajando, ele mudou o tom de voz, ficou nervoso e queria a todo o custo o número do telefone onde eu estava, implorou a minha mãe... Minha mãe contou que dizia para ele que não tinha nenhum número ainda, e assim, ele falou que ligaria de novo, depois de alguns dias, para pegar o número... 
Eu respondi áspera de não dar nenhum número e sim dizer que nós não tínhamos telefone onde estávamos, porque era um sítio. Falei para que ela contasse tudo, que estávamos reunidos em um sítio, por todo o mês, com amigos... Queria irritá-lo, pois seria a minha vingança a minha satisfação... Não voltaria com ele por nada neste mundo! 
Mesmo depois deste transtorno, minha mãe me falou que estava muito feliz com a minha reação, recomendou que eu aproveitasse o máximo e nem pensasse em tudo que ela disse... Ela mesmo iria resolver tudo aquilo que estava acontecendo lá,  tão distante daqui... 
Mas, toda aquela noticia me abalou muito, não esperava e mudei o meu comportamento diante de Júnior quando voltei para a mesa. Letícia percebeu e me chamou para escolher o biquíni dela e comprarmos alimentos. Foi a melhor coisa que ela poderia ter feito, assim falaria um pouco com ela e me acalmaria.

 

E assim começamos a comprar de tudo um pouco. Primeiro, começamos escolhendo os biquíni que para nossa alegria havia tanto o preto quanto o amarelo. 
Letícia comprando, começou a falar comigo do que havia acontecido e me disse de não demonstrar nada a Júnior, porque nós dois estávamos bem e que ela estava adorando ver tudo aquilo acontecer comigo.
- Olívia, seus olhos brilham quando você o olha! Eu fico observando de longe o quanto vocês dois estão extasiados... Ele então, quando te olha, parece que já te conhece tanto!
Cá pra nós, sem que eles saibam, mas Júnior é lindo! Nossa!... Quando ele te pegou no colo lá no sítio, você viu como ele fez? Não pensou duas vezes em te dar a atenção que você queria... eu estou muito feliz. Não esperava toda esta aventura... e lá na cachoeira, então? 
E por falar em cachoeira, vamos apressar para que não fique muito tarde, não vejo a hora de entrar na água, aqui faz calor demais e tem Lucas ali também que não quer parar de beber... ele me pediu para não controlar, mas me desculpe... se ele continuar, eu vou derrubar o barraco!
- Calma... calma...
Quando estávamos falando, eu podia ver Júnior lá perto de Lucas que tomava a sua cerveja. Estava perto dele, mas os seus olhos estavam me vigiando... me seguiam.  
Lucas conversava com ele e bebia sem parar. Se não saíssemos dali, daqui a pouco, Letícia começaria a controlar, e ele pediu tanto para não fazer isto.


O problema de Lucas beber, é que quando ele bebe, ele fica calado demais... O álcool da esta reação nele. Letícia sente muita raiva, porque ela gosta do jeito dele brincalhão e não quando está sério e calado.
O calor estava muito forte, então eles foram para uma mesa fora do armazém, e o seu Filipe não parava de levar a tal da cachaça para ele. Letícia estava já se descontrolando, pois, havia pedido que ele tomasse só cerveja, mas acabou que não se controlou. 
Júnior não bebeu nada... 
"Que lindo quando um namoro está começando... O casal se respeita muito mais! Acho que é porque ainda se sentem inseguros e sentem medo de perder a sua mais nova conquista! Mas todo este medo, vem somente se existir muita atração, senão... Este medo não existiria de forma alguma!"
Ele estava tão quieto em um canto que eu estava era estranhando... 


Pensei:
"Será que tudo isto é o meu poder sobre ele? Minha nossa! Será que realmente eu posso haver todo este domínio sobre ele? Se for assim, posso dizer que isto sim é para mim a maior satisfação! O poder sobre um homem... Nossa, é demais!... 
Sonha Olívia, porque isto só mesmo sonhando...
Que lindo que ele é para mim... Não vejo a hora de vestir meu biquíni para ver o seu olhar!"
E lá de longe o olhei, jogando um beijo para ele.
Ele me sorriu! 


Eu e Letícia aproveitamos que ele nos olhava, e fizemos um sinal, assim ele se aproximou...
- Júnior, não deixa Lucas beber mais, por favor!
Falou Letícia, nervosa...
- Pode deixar, eu vou recolher tudo da mesa com a desculpa de vir ajudar vocês.
Falo para sairmos logo, rumo à cachoeira. Vou inventar uma desculpa, vou chamá-lo para olhar anzóis.
- Vai, faz isto! Ela adora pescar, vai aceitar na mesma hora!
Fala Letícia toda satisfeita com a ideia de Júnior.
E assim ele fez, conseguiu animar Lucas a escolher anzol e até compraram uns dois anzóis, dizendo que conseguiriam pegar alguns peixes. 
Eu gosto de pescar, e agora, para mim tudo vai ser muito mais divertido. 
Compramos tudo que podíamos e ali vamos nós para aquela tão esperada aventura... Irmos em uma cachoeira no meio de uma mata, onde deveríamos abandonar o carro a alguns quilômetros, antes de chegarmos nela. Deveríamos fazer uma trilha... 
Alguns metros à pé para mim, seria uma tortura se fosse em minha cidade, mas ali, acho que não! 
Ali tudo estava com sabor de alegria, sabor de descoberta, sabor de desejo.
Júnior me pegava no colo e nos divertíamos pelo caminho... Aquele vento de verão que sentia em meu rosto, tinha sabor de satisfação! 

Autora: Aymée Campos Lucas
Aventura de Louco... Todo Mundo quer um Pouco.
Capitulo 8
 

Todos os direitos reservados 

Elenco musical deste capítulo:
U2 - Stuck In a Moment
Travis - Writing To Reach You
Oasis - Little By Little
Beatles - Something
As músicas foram retiradas porque o programa não estava funcionando.


Para quem desejar ler, este link é o inicio de meu Livro:

 
E assim mais um capítulo acaba de surgir... 
Em breve, a aventura na cachoeira com dois pescadores tremendos! 


5 comentários:

  1. Oi amiga!

    Tem um selo pra você no meu blog!

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Té quinfim apareceu o macaco.. rss Mas tinha que ser num buteco... hehe
    A moça assustou mas gostou pois pode se amparar no kiridão né..!!

    Ó.. to loco pra que vc bote uma foto da moça de biquine preto... uiiiii Vou ficar esperando .. rsrs

    Sabe.. essa estória fica mió qdo os casais ficam assim mais atiçados.. este capítulo eles não tavam muito não... vai esquentar ? hêin !! rsrs

    Bejo... Sempre que pódo to vindo te ler vicí minina...
    Bejão
    do Tatto

    ResponderExcluir
  3. Xipan!! rsrsrs
    voce ta querendo ler coisas apimentadas, rsrsrs
    Eu nao sabia que macaco gosta de uma pimenta malagueta nao, kkkkkk

    Os macaquinhos estao para todo lado la no sitio, mas seu Filipe resolveu criar dois la no armazem, mas o viveiro é sempre aberto, caso eles queiram ir embora, rsrs
    Mas nao vao! Nunca vao, porque ali no armazém tem gente que da comida e cachaça da boa para eles...
    O Lucas vai fazer isto... A patroa dele é brava demais e entao pra nao brigar com ela, ele da a pinga que o seu Filipe insiste para ele beber, ao Kiko Boy, toda vez que seu Filipe leva mais uma pinga pra ele, dizendo bebe outra, ele deixa o macaco beber e quando vai embora ta com a cara limpa, limpa... E o Kiko, caido pelo chao, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk inventei isto agora, rsrsrs
    O biquini estou aqui fazendo uma seleçao, porque como disse antes, Olivia nao é uma garota tipica brasileira nao... Falta bumbum, ela tem o corpo parecido com as europeias, sem bumbum e quadris largos, rsrsrs
    Aguarde para ver a tatuagem de Olivia, rsrs

    ResponderExcluir
  4. Entrar no teu mundo, é um prazer único! Um doce fascino perder-me entre as palavras e imagens que guardo sempre para além do tempo!
    Beleza, talento, sensualidade e muito bom gosto!...


    Beijos!
    AL

    ResponderExcluir
  5. Ola A.S.,
    Eu vivo mudando este meu mundo, rsrs Quando iniciei com o blog, a imagem era chuvosa, depois mudei para noite de velas, neve e agora quiz usar um muro de pedra preto. Queria a cor preto destacando... Desta vez eu gostei muito, espero que eu demore a modificar. Eu adoro renovar coisas, e até o meu blog sofre com isto, kkkkkk

    Obrigada pelos elogios, nossa eu gosto tanto de elogio e quando surge assim sem que eu esperasse e fico super feliz!

    Voce viu o quanto ja escrevi do livro em menos de um mes? Sempre digo que quem me encontrar e querer investir em mim vai ficar rico, porque eu nao escrevo livro eu fabrico, kkkkkk

    Eu nunca conversei ou li algo de um escritor de sussesso, para saber quanto tempo gasta para escrever um livro de mais ou menos 500pags.

    Eu sou muito curiosa por querer comparar com o meu jeito de escrever e descobrir se eu escrevo lento ou se sou realmente veloz em produzir textos.
    Um de meus amigos fala sempre que a velocidade que crio um poema é de se admirar... Maximo 1hora ja esta pronto.
    Obrigada A.S. por estar lendo meu livro e mais ainda por estar admirando.
    Beijos
    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar... A sua opinião, para mim, é muito gratificante.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...